DESTINOS

QUAIS PAÍSES ESTÃO COM AS FRONTEIRAS ABERTAS PARA ESTUDANTES BRASILEIROS?

Descubra quais são as restrições e atualizações sobre a permissão de entrada de brasileiros no exterior

Published

on

Para o alívio de milhares de brasileiros que não veem a hora de finalmente iniciar os estudos no exterior uma boa notícia: aos poucos, diversos países estão anunciando a reabertura de suas fronteiras para estudantes que saem do Brasil.

A Espanha é um dos destinos que já está recebendo estudantes brasileiros. Outros países, como Inglaterra e Irlanda, também abriram suas fronteiras com algumas restrições. Confira as atualizações mais recentes sobre os principais destinos de intercâmbio:

Reino Unido

Os países que compõem o Reino Unido anunciaram no fim de julho a abertura das fronteiras para diversas nações, incluindo o Brasil. No entanto, visitantes e estudantes brasileiros não estão liberados da quarentena.

Ao desembarcarem em um dos destinos do Reino Unido, os brasileiros obrigatoriamente têm de ficar isolados por 14 dias antes de iniciar seus cursos presencialmente. O Reino Unido é composto por Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

Europa

A União Europeia também anunciou em julho uma lista com 14 países que têm entrada liberada para seu território. O Brasil não foi incluído, mas alguns países integrantes do bloco estão flexibilizando suas medidas restritivas. Por isso, ao planejar um intercâmbio na Europa, é importante acompanhar a situação específica do país de seu interesse.

A Espanha, por exemplo, está com as fronteiras abertas para brasileiros, sem a exigência de quarentena. No entanto, a condição é válida apenas para estudantes com visto de estudante válido e com seguro-viagem obrigatório.

Uma das queridinhas dos estudantes brasileiros, especialmente dos que pensam em trabalhar no exterior, a Irlanda oferece condições parecidas com as do Reino Unido, com entrada permitida e quarentena obrigatória de 14 dias para brasileiros matriculados em cursos no exterior.

Na Alemanha, apenas estudantes internacionais matriculados em cursos de ensino superior ou em cursos preparatórios de alemão com a comprovação de matrícula em curso superior na sequência podem entrar no país. Por lá, a quarentena também é obrigatória.

França, Itália e Malta são três dos principais países que ainda não permitem a entrada de brasileiros. 

Canadá

A entrada de estudantes brasileiros no Canadá está liberada, mas também com restrições. Apenas estudantes brasileiros que tenham tirado study permit até 18/03, considerados essential travalers, estão autorizados a entrar no país, com quarentena obrigatória de 14 dias.

No entanto, é preciso ter atenção: as companhias aéreas que oferecem voos do Brasil para o Canadá ainda não estão operando. A expectativa é de que a operação das principais companhias seja retomada a partir de setembro.

Estados Unidos

Um dos países com maior restrição para brasileiros é os Estados Unidos. Estudantes brasileiros ainda não estão autorizados a desembarcar no país e o mesmo é válido para cidadãos de outras nacionalidades que estiveram no Brasil nos 14 dias que antecederam sua viagem aos EUA.

Os consulados americanos não emitem vistos para brasileiros desde março e têm se concentrado apenas em consultas emergenciais. Em comunicado recente, a agência federal anunciou que deve iniciar em breve a retomada gradual de suas atividades, com foco em viajantes com necessidades urgentes e estudantes internacionais.

Austrália

Exemplo no combate ao Covid-19, a Austrália ainda não abriu suas fronteiras para viajantes estrangeiros. Podem entrar no país apenas cidadãos australianos e residentes permanentes, com quarentena obrigatória de 14 dias na cidade de desembarque.

Já a emissão de vistos para o país deverá ser retomada em breve nas Embaixadas e Consulados no Brasil. Isso indica que o embarque deve ser retomado assim que as fronteiras forem abertas. 

Nova Zelândia

A Nova Zelândia virou um dos destinos mais interessantes para intercâmbio nos últimos anos, especialmente após o sucesso no combate ao Covid-19. Por enquanto, suas fronteiras ainda estão fechadas para a maioria dos viajantes.

Assim como na Austrália, as exceções são para cidadãos neozelandeses ou residentes permanentes, com quarentena obrigatória.

O STB trabalha em parceria com as Embaixadas e Consulados, além de empresas despachantes e especialistas em vistos, para acompanhar de perto a evolução das fronteiras em todos os países. Está pensando em fazer um intercâmbio? Agende um bate-papo com um de nossos especialistas. Agora é a hora de planejar!  

Continue Reading
Click to comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *