DICAS

COMO FAZER ESTÁGIO NO EXTERIOR?

Existem inúmeras possibilidades para quem quer fazer um estágio no exterior; saiba mais

Published

on

Peritos do cafezinho? Experts da máquina de xerox? Culpados absolutos quando algo não sai como o planejado? Que coisa antiga!  A geração dos Millennials veio para mudar toda essa fama dos estagiários, com seu conhecimento em tecnologia e disposição para viver novas experiências.

Não por acaso, foi criado o Dia do Estagiário em reconhecimento a esses talentos que estão caminhando rumo às lideranças do futuro. Inspirados pela data, celebrada em 18 de agosto, separamos as principais possibilidades para quem quer viver o sonho de fazer um estágio no exterior. Confira!

Turismo e Hotelaria nos Estados Unidos

A frase “living, working and learning” (viver, trabalhar e aprender) é um dos lemas do programa Trainee Hospitality (AHA) oferecido para estudantes das áreas de Hotelaria, Turismo, Gastronomia, Lazer ou Entretenimento. Para se qualificar, o candidato deve ter entre 18 e 30 anos e nível de inglês avançado, além de estar estudando um curso em uma área correlata.

A contratação é feita diretamente pelo empregador após um processo seletivo que inclui análise de currículo e entrevista. O contrato pode ter duração de 6 a 12 meses, mas as horas de trabalho e o salário podem variar de acordo com a vaga.  

NO SITE DO STB, VOCÊ ENCONTRA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O PROGRAMA

Estágio profissional na Austrália

Quem tem entre 18 e 30 anos e está cursando (ou terminou recentemente) a faculdade tem a possibilidade de fazer um programa de estágio na Austrália. Há disponibilidade de vagas em diversas áreas de atuação, mas para se candidatar é necessário que o estudante tenha, no mínimo, 4 meses de experiência na área pretendida.

No STB, o candidato vai receber toda a orientação necessária para os testes e entrevistas. Ao ser aprovado para uma vaga e embarcar para a Austrália, o estudante também poderá contar com o suporte do STB Austrália, que tem um escritório fixo em Sydney.

SAIBA MAIS SOBRE O PROGRAMA DE ESTÁGIO NA AUSTRÁLIA

Estágio e trainee nos Estados Unidos

Imagine esse cenário: você está na faculdade ou acabou de se formar e recebeu uma proposta de estágio incrível nos Estados Unidos. Quais são os próximos passos para fazer essa experiência se concretizar? Procurar uma agência de intercâmbio pode ser uma ótima maneira de garantir que tudo vai sair do papel com segurança.

Neste programa, o candidato, em geral, vai estagiar na sua área de estudo, com atividades, carga horária e salário que podem variar de acordo com o empregador.  O STB, em parceria com o CIEE, intermedia o envio de documentos para garantir que o estágio seja validado no exterior.

SAIBA MAIS SOBRE COMO FAZER ESTÁGIO NOS EUA

Estágio na China

A China é um dos lugares de maior evolução tecnológica no mundo. Por isso, fazer um estágio por lá é ter a oportunidade de ver de perto o surgimento de inúmeras inovações que, mais tarde, conquistarão o resto do planeta e, certamente, vão acrescentar muito no currículo.

 O programa de estágio na China pode ter duração de três a seis meses em áreas como administração e design de moda, entre outras. A remuneração e a carga horária podem variar de acordo com o empregador. Além disso, algumas vagas não são remuneradas enquanto outras oferecem apenas uma ajuda de custo para alimentação e transporte.

Para participar, o estudante deve ter experiência na área em que pretende aplicar, idade entre 18 e 30 anos e nível de inglês avançado.

QUER SABER COMO FAZER UM ESTÁGIO NA CHINA? CLIQUE AQUI!

Universidade e estágio nos Estados Unidos

Uma das maneiras mais populares de conciliar estudo e trabalho nos Estados Unidos durante a graduação é por meio de um programa de estágio. Conhecido como OPT – Treinamento Prático Opcional, ele funciona praticamente como uma extensão de visto, que permite que estudantes trabalhem no país por até 12 meses após a graduação ou pós-graduação.  

Se o estudante for da área conhecida como STEM, que engloba cursos de ciência, tecnologia, matemática e engenharia, o OPT pode ter um prazo ainda maior, chegando a até 24 meses.

Já o CPT – Treinamento Curricular Prático faz parte do programa de estudos e permite que estudantes tenham a oportunidade de adquirir experiência prática diretamente relacionada à sua área de interesse antes da graduação.  Em muitos casos, o CPT é obrigatório e pode ser utilizado como créditos universitários durante a faculdade. 

Quer saber mais sobre os programas de estágio no exterior? Fale com um especialista em intercâmbio

Continue Reading
Click to comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2019 - STB - Todos os direitos reservados