a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

Governo confirma dose única de vacinação contra febre amarela

O recente surto de febre amarela no Brasil chamou a atenção das autoridades locais e da comunidade internacional. O país, que já investia na prevenção da doença, intensificou as atividades e iniciou um mutirão de vacinação nas regiões mais afetadas, como Minas Gerais e Espírito Santo.

Anteriormente, a indicação do governo brasileiro era de que a validade da vacina era de dez anos, porém, o Ministério da Saúde anunciou, na última quarta-feira (5), que apenas uma dose é o suficiente para manter a pessoa imune pelo resto da vida, seguindo as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde). “Quem já tomou alguma dose, não precisa mais se vacinar”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O estudante brasileiro que deseja fazer um intercâmbio deve fica atento às recomendações e exigências dos países em relação à apresentação do CIVP (Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia).

Mesmo que poucos destinos comuns de intercâmbio exijam o CIVP para entrar no país, é recomendado que o aluno leve este documento junto aos outros para evitar quaisquer problemas ou atrasos caso o fiscal de imigração o solicite. 

Já os países que exigem o certificado, como a Austrália e o Panamá, fazem um controle rigoroso de checagem. “As companhias aéreas são instruídas a verificar este documento, e a imigração também faz a conferência. Na maioria das vezes, o passageiro nem consegue embarcar caso o destino exija a vacina”, afirma Rafael Carvalho, diretor do STB Mundo dos Vistos.

Saiba quais países exigem ou recomendam a vacinação contra a febre amarela no site da Anvisa.

Como obter o CIVP?

O CIVP é gratuito e pode ser emitido nos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante da Anvisa, localizado em portos, aeroportos e fronteiras. Além disso, também emitem o certificado as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), como postos de saúde e hospitais, e clínicas particulares credenciadas.

Antes disso, contudo, é necessário ter tomado a vacina nos serviços de saúde públicos e particulares devidamente habilitados. Por isso, ao fazer a preparação para o intercâmbio para os países que exigem a vacinação contra febre amarela, ela deve ser aplicada pelo menos dez dias antes da viagem.

Em ambos os casos, é preciso apresentar um documento original com foto e a carteira de vacinação.

O que é a febre amarela?

A febre amarela é um vírus transmitido pela picada dos mosquitos infectados, encontrados normalmente na América do Sul e África. Não existe transmissão de pessoa para pessoa.

Há dois tipos de ciclos de transmissão da febre amarela: a silvestre, transmitida pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, que normalmente vivem em regiões de mata e fazem dos macacos as suas principais vítimas (mas que afetam humanos não vacinados também); e a urbana transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito responsável pela propagação dos vírus da dengue, zika e chikungunya.

Os sintomas são: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômitos, dores no corpo, icterícia e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).

STB

STB

Fundado em 1971, o STB Student Travel Bureau é líder no segmento de educação internacional no Brasil, oferecendo as opções certas para cada fase da sua vida. Quem você quer ser? Conte-nos onde quer chegar e nós traçamos o caminho.

Deixe um comentário

BUSCAR RESULTADOS PARA: