ENSINO MÉDIO

COMO ESCOLHER A ACOMODAÇÃO IDEAL NO HIGH SCHOOL

Está pensando em fazer o ensino médio no exterior? Saiba mais sobre os tipos de acomodação!

Published

on

Morar na casa de uma família local ou em uma residência estudantil das boarding schools? Essa é uma das dúvidas que pais e filhos mais têm na hora de decidir os detalhes do programa High School no exterior.

A gente sabe que nem sempre é fácil tomar essa decisão. Por isso, o STB Team preparou algumas dicas quem podem ajudar quem está pensando em fazer o ensino médio no exterior a acertar na escolha. Confira!

Pesquise e procure referências confiáveis

“Muitas vezes, o High School é a primeira experiência do aluno no exterior sem os pais. Então, é normal que exista muita expectativa e ansiedade”, explica Rosana Lippi, gerente dos programas de  High School do STB.  Por isso, contar com o suporte de especialistas em educação internacional e considerar a experiência de alunos que já participaram do programa são partes fundamentais do processo de escolher com segurança.

Outra dica é deixar de lado conceitos antigos e manter em mente que cada programa tem suas características. “Muitos pais acham que podem escolher a família que vai receber o estudante, o que raramente é possível. Já outros, imaginam o boarding school como um internato cheio de regras que limitam a experiência do aluno, o que também é um conceito ultrapassado. Por isso, é muito importante encarar as opções com a mente aberta para avaliar seus prós e contras”, afirma Rosana.

VOCÊ PODE GOSTAR: COMO SÃO AS FAMÍLIAS QUE RECEBEM OS ESTUDANTES

Decida o tipo de experiência que prefere ter

Qual é o objetivo principal do seu intercâmbio: foco total nos estudos ou imersão cultural? Se for a segunda opção, hospedar-se em uma casa de família pode ser a melhor maneira de entrar de cabeça no cotidiano de quem vive país. “Ao optar por viver com uma família, os alunos têm a oportunidade de experimentar a cultura local por meio das celebrações em casa e de atividades da comunidade onde estão inseridos”, conta Amy Roberts, da CATS Academy, em Boston.

Já o boarding school pode oferecer mais oportunidades para o aluno se concentrar nos estudos. “Na nossa escola, os alunos vivem em quartos individuais, a poucos passos do prédio acadêmico. Eles têm fácil acesso a todo corpo de professores, além de horários estabelecidos no pós-aula nos quais podem contar com reforço escolar”, diz Amy.

Por isso, para os alunos que buscam se preparar para a faculdade, uma boarding school é uma excelente opção. “Quem mora dentro da escola tem mais tempo e possibilidades para assumir papéis de liderança, participando de atividades promovidas no pós-aula ou nos finais de semana, o que pode ser ótimo para o currículo e visto com bons olhos pelas faculdades internacionais”, acrescenta Rosana.

SAIBA MAIS: COMO O HIGH SCHOOL PODE AJUDAR A ENTRAR EM UMA FACULDADE NO EXTERIOR

Identifique seu perfil

Alunos mais independentes tendem a se sentir mais à vontade em uma casa de família. Isso porque as regras podem ser negociadas com os hosts, incluindo horário para refeições, estudos ou mesmo para dormir, ao contrário do que acontece nas boarding schools.

A questão tempo deve ser um fator decisivo na escolha, já que morar fora da escola significa ter que utilizar algum tipo de transporte para ir às aulas – e acordar mais cedo por causa disso. “É importante que o aluno que mora em casa de família saiba gerenciar bem seus horários ou ele pode se atrapalhar no cronograma de estudos”, sugere Amy.

Apesar da flexibilidade de horários, a casa de família exige que o estudante mantenha um bom relacionamento com a família e, claro, respeite as regras da casa – que existem e são importantes para uma boa convivência.

VOCÊ PODE GOSTAR: BENEFÍCIOS E RESPONSABILIDADES DA CASA DE FAMÍLIA

Já os estudantes que pretendem se envolver bastante nas atividades da escola, como esportes, comitês organizadores e clubes, terão maior comodidade se morarem na escola. “Mesmo quando o boarding é fora do campus, existe uma estrutura de transporte que contempla atividades extras, como um jogo importante do time da escola”, explica Rosana.

Tenha o budget em mente

Em geral, os programas em boarding school pedem um investimento maior do que os de casa de família. “Em alguns programas homestay, as famílias recebem os estudantes de forma voluntária, o que pode diminuir bastante os custos”, explica Rosana.

Já em uma boarding school, os custos são maiores porque o programa engloba benefícios como três refeições por dia, serviços de limpeza do quarto e dormitórios, gastos de manutenção dos prédios e contas mensais, atividades, excursões rápidas, além de uma equipe de supervisão ao aluno 24 horas que inclui coordenadores de residência, enfermeiras e tutores.

Depois de refletir sobre a acomodação ideal, uma boa dica é pesquisar sobre os países com os quais você mais se identifica. Converse por WhatsApp com um de nossos especialistas e se prepare para estudar, fazer novos amigos e conhecer uma nova cultura!

Continue Reading
Click to comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *