SER BILÍNGUE PODE REESTRUTURAR SEU CÉREBRO.jpg

Ser bilíngue pode reestruturar seu cérebro

Em uma de suas frases mais célebres, o filósofo austríaco Ludwig Wittgenstein (1889-1951) diz que os limites da sua linguagem são os limites do seu mundo. Se em 1922 essa frase já fazia todo o sentido, nos dias de hoje ela ganha ainda mais força, avalizada por diversos especialistas e pesquisadores.

Sabe-se que as palavras que temos à nossa disposição afetam diretamente a maneira como vemos o mundo e como nos relacionamos. Mas pesquisas recentes mostram que estudar um novo idioma pode ir muito além da comunicação e ter um efeito ainda mais profundo sobre o cérebro, melhorando as habilidades cognitivas não relacionadas à linguagem e até prevenindo doenças.

Como aprender um novo idioma pode estimular o cérebro

Assim como os músculos, o cérebro é um órgão extremamente maleável, o que significa que ele precisa de estímulos constantes para que se mantenha ativo e saudável. Nos últimos anos, descobriu-se que aprender uma nova língua pode ser uma das formas mais eficientes para “turbiná-lo”. Não por acaso, a comutação entre duas línguas tem sido comparada por cientistas com uma ginástica mental.

“Os bilíngues são um verdadeiro modelo de controle cognitivo”, diz a cientista Judith F. Kroll, da Universidade Estadual da Pensilvânia. Segundo ela, a capacidade de memorizar mais de uma língua ao mesmo tempo e a habilidade de alternar entre elas na hora certa é um exemplo de exercício mental intenso.

Uma criança bilíngue, por exemplo, tem de escolher entre os idiomas que conhece para se comunicar em situações específicas. Isso faz com que o seu cérebro esteja em exercício continuamente, desenvolvendo, assim, a sua capacidade de gerir com eficiência os chamados processos cognitivos superiores, tais como resolução de problemas, memória e raciocínio lógico. Isso também aumenta a sua habilidade de filtrar as respostas, tornando sua mente mais flexível e ágil.

As vantagens de ser bilíngue

Se no século 20, pedagogos acreditavam que a prática do bilinguismo poderia confundir as crianças e impedi-las de aprender o novo idioma corretamente, hoje, sabe-se que o aprimoramento cognitivo é apenas um dos muitos benefícios que esse aprendizado traz. A memória, os valores e até a personalidade podem se transformar ao estudar um novo idioma.

Uma pesquisa comandada pelos psicólogos Paula Rubio-Fernández e Sam Glucksberg, ambos da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, revela que uma das principais características dos bilíngues é a empatia. Segundo o estudo, eles são mais capazes de se imaginar no lugar dos outros, pois têm facilidade de bloquear informações que já conhecem e, portanto, de se concentrar no ponto de vista alheio.

Os bilíngues também tendem a ser mais racionais em suas decisões. De acordo com um estudo da Universidade de Chicago, isso acontece porque o cérebro de uma pessoa bilíngue é mais analítico. Todos os idiomas contêm nuances e implicações próprias em seu vocabulário, e memorizá-las faz com que o bilíngue pense mais antes de falar e agir. É por isso que alunos que estudam línguas estrangeiras tendem a pontuar melhor do que os monoglotas em testes, especialmente os que envolvem matérias que exigem atenção redobrada como matemática e leitura.

Além disso, quem fala mais de um idioma também se sai melhor em testes que envolvem atenção para desenvolver mais de uma tarefa ao mesmo tempo, como falar ao telefone e escrever. Isso se deve ao fato de que o cérebro bilíngue está acostumado a alternar entre os idiomas que conhece para que a pessoa possa se comunicar.

Falar mais de um idioma pode até mesmo retardar doenças. Um estudo realizado pelo neuropsicólogo Tamar Gollan, da Universidade da Califórnia, em San Diego, revelou que os idosos bilíngues são mais resistentes ao aparecimento de demência e de sintomas de Alzheimer, o que prova que os benefícios de falar mais idiomas se estendem ao longo de toda a vida.

A escolha do curso para desenvolver as bases de um novo idioma é fundamental para solidificar conhecimentos dos quatro pilares de uma língua: conversação, audição, escrita e leitura. O STB faz uma cuidadosa seleção de escolas de idioma no exterior, garantindo ensino de qualidade para trazer todos os benefícios que uma pessoa bilíngue pode ter.

 

STB

STB

Fundado em 1971, o STB Student Travel Bureau é líder no segmento de educação internacional no Brasil, oferecendo as opções certas para cada fase da sua vida. Quem você quer ser? Conte-nos onde quer chegar e nós traçamos o caminho.

Deixe um comentário

BUSCAR RESULTADOS PARA: