Nova York  além dos pontos turísticos

Published

on

Aproveite o período de intercâmbio na Big Apple para conhecer muito além dos lugares mais badalados

Nova York está presente no imaginário de muitas pessoas. Seja por meio de filmes, séries ou mesmo por notícias que vemos na TV todos os dias, é bem provável que você já conheça muito da cidade mesmo que não tenha tido a oportunidade de ir até lá ainda.

Pontos turísticos como a Estátua da Liberdade, a Times Square, o Central Park, o Empire State ou Wall Street são nossos velhos conhecidos e, é claro, passagem obrigatória para quem vai à cidade pela primeira vez. Porém, Nova York está muito longe de ser “apenas” isso. 

 Os turistas que ficam poucos dias na cidade muitas vezes não têm condições de visitar tudo, mas se você está planejando fazer um intercâmbio por lá certamente vai ter muito tempo para conhecer também os pontos não turísticos.

Com transporte público de ótima qualidade, é fácil chegar a qualquer uma dessas atrações rapidamente. Neste post, listamos alguns lugares que vão muito além dos tradicionais cartões-postais “para turistas verem”. A verdadeira Nova York dos nova-iorquinos está reunida aqui.

1 – Bairro de Queens

Pode perguntar para quem foi para Nova York mais de uma vez se essa pessoa já visitou o bairro do Queens. É bem provável que a maioria delas nunca tenha colocado os pés por lá. E isso não acontece pela falta de atrações que o local oferece, mas sim pelo fato de que há muito o que se fazer também em outros locais.

O Queen é um bairro onde é possível observar o dia a dia dos moradores da cidade e que dá acesso a um comércio com preços mais acessíveis. Conhecido por ser um reduto de diversidade, é nessa região que moram muitos imigrantes. Assim, colombianos, árabes, chineses e porto-riquenhos dividem espaço para vender todos os itens que você possa imaginar.

Por lá está também a casa em que viveu o músico Louis Armstrong – talvez o nome mais famoso da história do jazz. O local foi transformado em museu e você pode visitá-lo.

2 – Bairro do Brooklyn

Se fosse uma cidade independente, o Brooklyn seria a quarta mais populosa dos Estados Unidos. Com vida própria, essa região revela centenas de lugares atrativos para os visitantes, mas sem aquele apelo turístico. A atração principal é, sem dúvidas, o Brooklyn Bridge Park.

A partir dele você pode ter uma vista belíssima da cidade, além de poder aproveitar jardins para piqueniques, brinquedos para as crianças e até quadras poliesportivas.

Não vá embora antes de provar uma boa pizza. Há quem diga ainda que as melhores pizzas de Nova York também estão por lá.

Você também pode gostar de: Como preencher o application e tirar visto de estudante americano

 

3 – Chelsea Market

Localizado em Manhattan, o bairro de Chelsea é um dos mais agradáveis da cidade para um passeio a pé. Basta caminhar entre uma quadra e outra para ver a cidade fervilhando. E um dos pontos de referência da região é o Chelsea Market, uma espécie de mercado municipal com muitas lojas de produtos naturais e opções de alimentação.

Aberto durante todo o dia, se puder evite a hora do almoço, pois é o horário em que ele fica mais cheio. O belo prédio no qual ele está localizado abriga também a sede do Google e você poderá tirar fotos diante de um imenso letreiro que se destaca na fachada. Se estiver chovendo na cidade, esse é um bom refúgio para esperar o tempo melhorar.

4 – East Village

Se você gosta de arte, cultura e entretenimento, então o East Village deve estar na sua lista de lugares a serem visitados. Claro, há menos atrações do que na Broadway, mas essa região é mais voltada para artistas independentes. Uma das praças de referência é a Union Square, que aos sábados recebe uma feira de artesanatos e quadros criados por artistas locais.

Já durante a semana, às terças e quintas, há uma feira de produtos orgânicos. A região também traz muitas atrações interessantes no comércio. São cafés, restaurantes, livrarias, galerias de arte, casas de vinhos e bares com cervejas artesanais. O clima é muito agradável e a região é relativamente próxima da Times Square, ponto que pode ser considerado o mais central da região turística da cidade.

5 – High Line Park

Uma das linhas de trem que cruzava a cidade de Nova York foi desativada nos anos 1980 e o local acabou ficando de lado. Até que em 2009 o local passou por uma renovação e virou um parque.

O High Line Park é um trecho com pouco mais de 1,6 km de extensão e que hoje abriga jardins, áreas de alimentação e bancos para você descansar enquanto curte uma bela vista da cidade. Com o passar do tempo, o local virou um ponto de encontro para atividades culturais das mais variadas e hoje é um dos lugares preferidos dos moradores locais para passear durante o dia.

Frequentemente o local é apontado pelos nova-iorquinos, especialmente os mais jovens, como um dos pontos mais agradáveis da cidade.

Agora que você já sabe, vale ir nos pontos mais famosos, mas também vale aproveitar o seu intercâmbio nos Estados Unidos para conhecer a essência de Nova York. 

Continue Reading
Click to comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *