a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

Como preencher o Application e tirar o Visto de Estudante Americano

Muita gente deixa de fazer intercâmbio nos Estados Unidos porque acha que é muito difícil tirar o visto de estudante americano, que é necessário encontrar uma família americana por conta própria e criar a documentação do além, como o application! Mas não é assim, o STB existe para isso, e vai te auxiliar em tudo.

O primeiro passo para o seu intercâmbio nos Estados Unidos

Antes de mais nada, você precisa agendar um encontro com o STB para uma explicação completa sobre o programa, eles vão resumir o objetivo e normas do intercâmbio. Além disso, você já poderá fazer o seu Slep Test, que por sua vez, é um teste de inglês para estabelecer se o seu nível atual é de acordo com as exigências do programa. Mas não entre em desespero! É um teste comum que vai avaliar seus conhecimentos (principalmente o listening) e não é algo definitivo, você pode fazê-lo mais de uma vez se for necessário.

O segundo passo é preencher o Application

A próxima etapa é o temido  “Application”. Tá bom, mas o que é isso? Vamos dizer de uma forma simples que é um resumo da sua vida atual, o qual você enviará para os EUA e é a partir daí que uma família voluntária irá te escolher. Lá você terá que dizer toda a sua rotina, contar sobre seus pais, irmãos e animais de estimação; terá a parte médica (então se prepare para fazer alguns exames); deverá ter cartas de recomendação de professores e dos seus pais; muitas fotos suas com seus amigos e famíliares mostrando sua vida social; “and the last, but not least” sua carta para a “Host Family”, que para mim, foi a parte mais difícil. Eu ficava me perguntando “o que escrever para alguém que eu não sei como é, nunca vi, mas que pode ser a minha família pelos próximos 10 meses? “Eu nunca tinha feito nada do tipo, e para piorar tinha a pressão enorme que eu colocava em mim mesma por conta do inglês, achava que se eu errasse um verbo, seria o fim do mundo (olha o drama), porém no final acabou dando tudo certo! Mas não é fácil, viu galera? São páginas infinitas! Existe uma documentação enorme para os pais lerem e assinarem. E tudo isso em meio as provas, simulados e aulas integrais do colégio. Mas esse é um sacrifício que você, e só você deve fazer! Esse é o começo da sua independência, uma outra forma de provar para os seus pais que você consegue fazer esse intercâmbio nos Estados Unidos. Mas calma, você não está completamente sozinho, o STB vai fornecer uma super ajuda com um de seus consultores, que estará disponível para ajudar em tudo que for possível. No meu caso, foi a Mari (coitada, não deixava ela em paz nem por um minuto), qualquer coisa que eu precisava, ela estava lá pronta para me socorrer. E quando já estava tudo preenchido, ela me ligou para fazer uma pequena entrevista que faltava para o Application. Depois disso, eu o enviei, e alguns dias depois, eu recebi a informação de que tinha sido aceita pela organização (uhuuul!), e então, recebi o meu I-20, que é o documento necessário para solicitar o visto americano de estudante, no nosso caso, J-1.

E finalmente o terceiro passo: Como tirar o visto de estudante americano?

E eu pensando que o stress tinha acabado, mas ainda tinha que tirar o visto! Essa não foi minha primeira vez no consulado, porque eu já fui a Nova York, mas mesmo assim eu estava tremendo! Eu acho que li tanta coisa na internet falando que existem pessoas com visto negado, que eles fazem um monte de perguntas e ainda tem que falar em inglês, que eu fiquei muito nervosa. Mas galera, não é nada disso, fiquem tranquilos! A parte do CASV é apenas para identificação fotográfica e impressões digitais. Já no Consulado, muita gente fala que fica 5h na fila, e que tem que agendar um mês antes, mas isso é mentira! Alguns anos atrás realmente era mais complicado, mas nos dias de hoje é rapidinho. Se você der sorte, dá para agendar para o dia seguinte, porém a fila continua sendo um pouquinho grande mesmo. Quando eu fui tirar o visto do meu intercâmbio, eu fiquei 2h na fila e 2min na entrevista. Foi mais rápido do que a primeira vez e ele perguntou algumas coisas básicas, mas como eu ainda não tinha nenhuma informação sobre onde eu vou, ou com quem eu vou ficar, não tinha mesmo muito o que responder. Então, quando ele fez as perguntas, eu disse que o meu programa é  J-1 com família hospedeira, e que eu ainda não tenho as informações, e ele disse “ok”. Como os entrevistadores são todos americanos, às vezes fica difícil de entender por causa do sotaque, ou eventualmente porque o microfone está muito baixo, mas não tenha medo de perguntar de novo. Eles são muito simpáticos e atenciosos. E depois disso, é só aguardar a chegada do passaporte em casa.

Clique aqui e veja uma lista de documentos necessários fornecida pela embaixada americana.

Galera, espero ter ajudado! Qualquer dúvida é só perguntar na área disponível!

Beijos e fiquem ligados no blog!

Quer fazer como a Isadora Cardoso e  estudar nos Estados Unidos? Fale com um especialista em intercâmbio do STB!

FALE COM UM ESPECIALISTA EM INTERCÂMBIO

Isadora Cardoso

Isadora Cardoso

A paulistana Isadora Cardoso escolheu os Estados Unidos como destino para estudar o último ano do ensino médio. Após o High School, ela tentará ingressar em uma universidade no país e conta sua experiência, tim-tim por tim-tim. Acompanhe!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: