tier one

O que é uma Tier One University

Tradição, qualidade e excelência são algumas das características responsáveis por colocar as universidades americanas entre as melhores do mundo – e, consequentemente, por torná-las objeto de desejo de milhares de estudantes internacionais.  

E quem está planejando cursar uma universidade nos Estados Unidos já sabe: basta uma busca rápida no Google sobre “as melhores universidades americanas” para se deparar com uma dezena de rankings e classificações diferentes relacionadas ao tema – sendo provável, inclusive, que a primeira colocada varie de caso para caso.

Isso acontece porque, elaborados por diferentes instituições, cada um destes levantamentos se baseia em critérios específicos diferentes na hora de avaliar as universidades.

O que é uma Tier One University?

O termo Tier One (ou Top Tier) é utilizado, de maneira geral, para se referir a universidades com alto foco em pesquisa acadêmica, mas outros critérios, como a quantidade de artigos publicados, a empregabilidade após a graduação e a infraestrutura dos campi, por exemplo, também podem ser utilizados para a classificação. Por isso, pode ser que uma universidade figure em um dos rankings (podendo ser classificada como Tier One a partir dela) e não apareça em outro.

Nos Estados Unidos, as principais organizações responsáveis por fazer este tipo de classificação são a Association of American Universities, a Carnegie Classification of Institutions of Higher Education e a U.S. News & World Report – e ser reconhecida por uma delas é motivo de orgulho para as universidades do país. “Esta conquista é comumente considerada como o passo mais significativo na evolução de uma universidade de pesquisa”, afirmou o presidente da UNT (University of North Texas), Neal Smatresk, em um comunicado que anunciava o título recebido pela Carnegie em fevereiro de 2016.

Mas não é só isso. Além de funcionar como uma espécie de “selo de excelência” para estas universidades, a nomenclatura também representa ganhos positivos para a comunidade ao seu redor. Segundo a UTSA (University of Texas at San Antonio), estima-se que para cada USD 10 milhões direcionados à pesquisa nestas universidades, cerca de USD 8,6 milhões retornem à economia regional em forma de novos empregos.

Isso significa dizer que, além de gerar maior visibilidade e incentivar o crescimento da instituição de ensino atraindo alunos e professores cada vez mais qualificados e aumentando o seu capital intelectual, ser classificada como uma Tier One também é positivo para o crescimento socioeconômico do estado em que ela se localiza.

Conheça algumas Tier One Universities nos Estados Unidos:

George Mason University

George Mason University

Desde fevereiro de 2016, quando foi classificada como uma Higher Research University pela Carnegie Classification, a George Mason University figura entre as Top Tier Universities do país.         

No Institute for Advanced Biomedical Research (Instituto de Pesquisas de Biomédicas), por exemplo, o foco dos pesquisadores está em desenvolver métodos inovadores de prevenção, diagnóstico e tratamento para doenças graves como o câncer e o HIV.  

Outras áreas de pesquisa notáveis na George Mason são as de sustentabilidade (com foco em previsão de desastres naturais e prevenção de riscos), de segurança (nacional, internacional e cibernética) e de economia e empreendedorismo (área responsável por trazer dois Prêmios Nobel à professores da universidade nos últimos anos).

University of Alabama at Birmingham

Maior instituição de pesquisa do Alabama, a UAB tem 24 centros de pesquisa espalhados pela instituição – que abriga, ainda, a maior biblioteca de biomedicina do estado e importantes hospitais universitários.

Em 2016, a verba para pesquisa na universidade excedeu os USD 528 milhões e, neste mesmo ano, uma de suas pesquisadoras recebeu o TED Prize após descobrir 17 possíveis pirâmides no Egito e mais de mil possíveis tumbas com a ajuda de satélites, softwares e sensores espaciais aéreos.

Exemplo disso é um projeto desenvolvido por pesquisadores da universidade para monitorar, com a ajuda de drones, os hábitos de acasalamento de uma espécie de tartaruga marinha ameaçada de extinção. Outro projeto de destaque na UAB resultou no descobrimento de uma esponja do mar que pode ser eficaz no combate a bactérias que se tornaram resistentes a medicamentos.Assim, não é difícil entender como os resultados das pesquisas elaboradas na UAB conseguem extrapolar os limites dos laboratórios para alcançar e beneficiar outras partes do mundo também.

Northeastern University

Northeastern University, em Boston

Localizada em um dos mais importantes polos acadêmicos do mundo, na cidade de Boston, a Northeastern University foi inaugurada em 1898 e oferece aos estudantes um ambiente extremamente favorável à pesquisa.  Atualmente, há mais de 30 centros de pesquisa financiados pelo governo federal em suas dependências, sendo o maior foco direcionado para as áreas de saúde, sustentabilidade e segurança.

Inaugurado em 2010 após a doação milionária de um ex-aluno, o Research Institute for Homeland Security (Instituto de Segurança Nacional) estuda desde a prevenção de ataques cibernéticos até o desenvolvimento de tecnologias capazes de identificar ameaças terroristas.

Oregon State University

A Oregon State  está entre as 40 universidades públicas do país a ser reconhecida como uma Tier One pela Carnegie e é a instituição de pesquisa número 1 no estado de Oregon. Com foco principal em três áreas de pesquisa (sustentabilidade, saúde e economia), em 2017, a universidade conta com um fundo de pesquisa de USD 441 milhões.

 

Uma de suas mais notáveis conquistas foi a construção de um robô com habilidade para “caminhar” sobre duas pernas. Batizado de Cassie, o robô construído no Dynamic Robotics Lab da universidade revolucionou o sistema de mobilidade das máquinas e deverá ser utilizado por grandes marcas, como a Amazon, para auxiliar na entrega de produtos.  

Florida International University

Localizada em Miami, a Florida International University (FIU) oferece cursos de bacharelado, mestrado e doutorado em diversas áreas do conhecimento – como negócios, engenharia, informática, arquitetura e medicina.Tendo a pesquisa como um dos seus principais objetivos, ela também foi reconhecida pela Carnegie Classification como uma das melhores universidades de pesquisa e doutorado dos Estados Unidos

Laboratório subaquático de pesquisa na Florida International University

Com modernas instalações de pesquisa, a FIU se destaca pelo trabalho realizado no International Hurricane Research Center, dedicado a suavizar os danos sociais, econômicos e ambientais causados por furacões no estado, e no Medina Aquarius Program, único laboratório subaquático de pesquisa do mundo, capaz de monitorar de forma inovadora os efeitos que as mudanças climáticas têm sobre a vida marinha.

University of South Carolina 

Uma das duas únicas universidades do estado classificadas pelo ranking da Carnegie, a University of South Carolina recebe, anualmente, cerca de USD 250 milhões em verba para financiar suas pesquisas – cujo maior foco está nas áreas de sustentabilidade, energia e engenharia 

Financiado pela National Science Foundation, o Instituto de Liderança Energética da universidade se destaca pelo estudo de aspectos técnicos, econômicos e ambientais relacionados aos processos de produção e distribuição de energia renovável no país – e tem como um dos principais objetivos reduzir o consumo de combustíveis fósseis na região.  

American University

Localizada em Washington D.C., a relação desta universidade com a política vai muito além de sua proximidade física com o Congresso Americano ou com a Casa Branca. Fundada em 1893, a American University ocupa, atualmente, a 69ª posição do ranking da U.S. News & World Report e foi considerada pela Princeton Review’s uma das universidades mais politicamente ativas do país.

Barack Obama palestra na American University, em WashingtonPalco do famoso discurso de John F. Kennedy sobre o desarmamento nuclear em 1963, a American University também recebeu, em 2015, o ex-presidente Barack Obama.

Com mais de 160 programas de bacharelado, mestrado e doutorado, a instituição se tornou referência em pesquisa nas áreas de direito, ciências políticas e administração pública e inaugurou, em 2000, o Women & Politics Institute – dedicado a pesquisas sobre a diferença de gênero na política e com o objetivo de capacitar mulheres a ocupar cargos públicos de liderança.

University of Kansas

Campus da University of Kansas

São mais de 28 mil alunos, 2.600 professores e 60 centros de pesquisa – para as quais são destinados cerca de USD 240 milhões anualmente. Não à toa, a universidade é membro da Association of American Universities desde 1909 - da qual fazem parte apenas instituições líderes em pesquisa - e ocupa a 115ª posição no ranking mais recente da U.S. News & World Report.

Com modernos equipamentos e instalações, o Clinical Research Center é um dos espaços dedicados ao estudo da saúde na universidade.  No Alzheimer’s Disease Center, que também se dedica à pesquisa nesta área, são estudados também envelhecimento cerebral, genética, relação com a alimentação e formas inovadoras de prevenção da doença.   

STB

STB

Fundado em 1971, o STB Student Travel Bureau é líder no segmento de educação internacional no Brasil, oferecendo as opções certas para cada fase da sua vida. Quem você quer ser? Conte-nos onde quer chegar e nós traçamos o caminho.

Deixe um comentário

BUSCAR RESULTADOS PARA: