a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

Montanhas e neve pertinho de Vancouver

Oiê!

Hoje o blog está alegre e feliz: acabei de fazer o delicioso esforço de relembrar nossa expedição à Whistler, famosa estação de esqui que fica a apenas 1h30 de Vancouver. E se você pensou que vai encontrar só neve e muito frio, nope: Whistler é destino turístico o-bri-ga-tó-rio em todas as estações do ano, até quando não tem neve o suficiente pra esquiar. Porque é muito lindo!

Nós fomos no último fim de semana dessa temporada de esqui (18/04), que já era primavera. Então a vilinha, que fica no pé da montanha, não estava nevada. Mas continua parecendo uma cidade cenográfica, muito bonitinha! A vila parece pequena, mas não é tanto assim: tem mais de 150 restaurantes, 200 lojas e milhares de quartos entre hotéis, albergues e townhomes! Apesar de ser pertinho de Vancouver, pode ser uma boa pedida passar a noite lá, especialmente se estiver rolando um dos muitos festivais da cidade. A noite é super animada, cheia de baladinhas!

Lá na vila, há duas atrações culturais interessantes: um museu aborígene, bem interessante pra saber mais sobre os antigos povos da região, e uma barraquinha de poutine bem famosa, a Zogs (foto). Conhece poutine? É a comida mais típica do Canadá, que nasceu no Quebec e consiste basicamente em batata frita coberta por um queijo delicioso e gravy sauce, um molhinho de carne. Gordura trans, vem que eu te quero!

Se seu objetivo é esquiar, vá no inverno e compre aulas. Há hotéis que já oferecem o pacote completo, como o famosão Whistler Blackcomb. Se você quer curtir a neve, mas não pretende se arriscar no esqui - como eu -, vale muito a pena fazer o passeio com a Peak to Peak, que é a mais alta e mais longa gôndola do mundo! Ela só abre nas temporadas de verão e inverno, então vale checar no site antes de ir. Eu consegui andar e ainda desci na montanha pra fazer a brasileira e ficar feliz com a neve, hahahaha.

Ha ainda outros passeios de aventura pra fazer em Whistler, como tirolesa, bungee jump e quadriciclo. Opção não falta de esporte na natureza, até depois da época de esqui! Se você vai passar uma temporada estudando em Vancouver, Whistler é um lugar que tem que ir!

Rocky Mountains

Se Whistler tá pertinho pra um bate volta, as Rocky Mountains não estão tanto. Trata-se de uma cordilheira nevada que dá pra ver do avião, quando você está chegando em Vancouver, e é a coisa mais bonita do mundo: com neve no topo e lagos de água cristalina embaixo. Ai meu coração! A cidadezinha mais famosa nessa região é Banff, que é basicamente a protagonista de todos aqueles anúncios do Canadá que a gente vê nessa paisagem de matar.

Infelizmente, não tive tempo de ir até lá, então deixo vocês com a foto de anúncio (tirada de um banco de imagens, snif) e a vontade compartilhada de turistar nas montanhas!

Gostou da natureza ao redor de Vancouver? Eu também! Mas vou te dizer que esses lugares ficam ainda mais legais quando a gente consegue se comunicar bem em inglês e interagir com o local people. E é por isso que no próximo post, vamos ao que interessa: vou explicar quais são as melhores escolas de inglês de Vancouver e detalhar o perfil de cada uma, pra você decidir qual tem mais a sua cara e embarcar nessa incrível experiência de intercâmbio em Vancouver.

Beijo!

[As fotos da vila de Whistler e da poutine são do @paulodelvalle]

Raira Venturieri

Raira Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista e está sempre com o pé na estrada. Escreveu guias de viagem para a Editora Abril e a Editora Europa e hoje faz a curadoria de dicas do Tripbox, aplicativo de viagem exclusivo do STB. Ela embarcou para o Canadá com o #STBteam para conhecer melhor as escolas e cidades com as quais trabalhamos – e viver na pele o dia a dia de nossos estudantes em Vancouver, Montreal e Toronto. Agora, sua aventura vai ser como estudante na veramente bella Roma. Acompanhe por aqui e no seu insta: @rairovsky

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: