DESTINOS

MEUS ÚLTIMOS DIAS DE VIAGEM PELO MEDITERRÂNEO

Vitor Liberato em uma viagem Contiki.

Published

on

França, chegamos! Nice era um dos destinos que eu mais esperava nesta viagem pelo mediterrâneo. Talvez pelo clichê da natureza exuberante com o combo de água cristalina? Pode ser.

Vitor Liberato visita o Château de Nice, na França em viagem pelo mediterrâneo com o STB

Pela manhã, subimos no Le Château de Nice, que é um conjunto de ruínas de um antigo castelo. A caminhada deve durar uns 15 minutos até o topo, mas a vista compensa.

Fiz imagens sensacionais lá de cima! Demos sorte de o sol aparecer por ali naquele exato momento e, pra ajudar, ele permaneceu por mais uma horinha. Na descida, o calor bateu e fomos dar um mergulho. Jamais iria embora sem renovar minhas energias no mar Mediterrâneo! Lavei a alma!

No mesmo dia, conhecemos Mônaco, o segundo país mais rico do mundo e também o segundo menor. Vocês sabiam que ele só tem 2km quadrados e 35 mil habitantes? É insano.

Vitor Liberato em Contiki pela Europa

Explorando a Itália nos últimos dias de viagem pelo Mediterrâneo

De volta à estrada. Destino: Itália. Passamos em Cinque Terre, uma região formada por cinco vilas com praia e paisagens lindas. Comi o verdadeiro pesto – salivei só de lembrar! Queria guardar esse lugar no bolso e levar pra casa, eu juro! Uma pena ter chovido tanto nesse dia. Mas, ainda assim, foi impossível ofuscar a beleza desse lugar. Voltarei? Com certeza.

IMG_4247-1.jpg

Ainda na Itália, fomos à Florença, visitamos a Torre de Pisa, fomos a muitas basílicas e comemos massa até não poder mais. Porque ninguém vai à Itália para fazer dieta, né? Falando nisso, experimentei o melhor gelato do mundo em San Gimignano, uma cidadezinha medieval que é parada obrigatória pra quem vem pra esses lados. Nesse dia, troquei meu almoço por quatro gelatos e não me arrependi. Vitor Liberato aproveita os gelatos italianos em San Gimignano, Itália

Aprendemos muito sobre a Itália. Nossa guia era demais, e era italiana! Ela nos contou muita coisa que não estão nos livros, na TV, ou na internet, e nos ensinou até as expressões corporais deles – algumas até conseguimos entender, mas outras são muito particulares.

Entre outras coisas legais desse país que vou levar com muito carinho pro resto da minha vida, fomos conhecer Roma. Ah, o Coliseu… Que energia! Logo em seguida, a Capela Sistina, o Vaticano. Não sou ligado a religião, mas o lugar é lindo e fiz questão de parar por uns minutos em silêncio e deixar minha mente apreciar tudo que tinha ao meu redor.

O fim da viagem pela Europa

Olhando agora o fim da viagem pelo Mediterrâneo, bate aquela tristeza alegre, sabe?

Tristeza alegre é aquele sentimento que rola quandoalgo muito bom tá acontecendo, mas você sabe que está prestes a acabar. Foi difícil me despedir dos meus novos amigos, da nossaguia e do motorista – que já pareciam minha família. Rolou uma leve choradeira, não vou mentir.

Vitor Liberato e amigos de grupo do Contiki em viagem pelo MediterrâneoMas a gente traz pra casa uma bagagem muito maior: conhecimento, experiências e muitas memórias (na verdade, algumas só lembrei porque foram filmadas, rs). E isso é eterno, ninguém pode tirar de mim. É por isso que eu viajo, posso perder tudo… menos o que eu vivi.

Muito obrigado STB Brasil e Contiki por me fazer uma pessoa melhor. Até a próxima!

Gostou da viagem do Vitor? Faça como ele e conheça o melhor do Mediterrâneo em um Contiki com passagem pela Espanha, França e Itália.

IMG_4324-1.jpg

Continue Reading
Click to comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2019 - STB - Todos os direitos reservados