a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

Imigração: o que é e como passar sem medo

Será que vão fazer perguntas difíceis? Vão pedir meu saldo bancário? E se eu não conseguir me comunicar com os oficiais da imigração? Essas e muitas outras perguntas são comuns para quem está desembarcando pela primeira vez em um destino. E não importa o quanto você tenha se preparado para uma viagem internacional, o momento de passar pela imigração sempre gera frio na barriga - independentemente de quantas experiências internacionais você já tenha vivido.

Mas não há motivos para ter medo da imigração. Nela, o viajante deve apenas justificar os motivos da viagem e os seus objetivos no país, sejam eles de lazer, estudo ou trabalho. Portanto, estando com todos os documentos corretos, são pequenas as chances de ter problemas.

Para o que serve a imigração?

Em linhas gerais, a função da imigração é proteger seus cidadãos por meio da análise dos visitantes que desejam entrar no país. “O processo de passar pela imigração é importante para que os países mantenham sua segurança e possam proteger tanto os moradores quanto os visitantes”, explica Kajla Kubrusly, porta-voz da embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

As temidas perguntas que a imigração faz existem para cumprir este protocolo de segurança e garantir que os viajantes estejam de acordo com as exigências legais e burocráticas exigidas pelo país. Qual sua profissão, o que pretende fazer no país, quanto tempo vai permanecer, quanto dinheiro você dispõe para a viagem e onde ficará hospedado são algumas das perguntas mais comuns na imigração ao redor do mundo.

A maioria dos postos de imigração conta com intérpretes que poderão ajudar em casos de viajantes que tenham dificuldade com o idioma local. Sendo assim, não precisa ter medo de não entender o que os oficiais estão falando: é seu direito solicitar ajuda.

Quem deve passar pela imigração?

Todas as pessoas que entram e saem de um país devem passar pela imigração, inclusive cidadãos locais. Mesmo que o seu destino final seja outro país e você esteja apenas fazendo uma escala, passar pela imigração é obrigatório.

Quando desembarcar, você perceberá que todos caminharão em direção aos guichês de imigração. Em geral, duas filas separam “visitantes” e “cidadãos”, com funcionários organizando e direcionando as pessoas ao local correto.

Sinta-se seguro para enfrentar a imigração

Não tem segredo, estando com os documentos corretos você passará pela imigração com tranquilidade. Sendo assim, o primeiro passo para se sentir seguro é justamente conferir se os seus documentos estão em dia e organizar tudo antes da viagem.

Em parceria com a agência de intercâmbio, faça o checklist de documentos que possivelmente podem ser solicitados pelo departamento de imigração, como passagem de volta, carta de aceitação da escola, comprovante de hospedagem etc. Junte-os em uma pasta e siga confiante para o departamento de imigração quando chegar a sua vez.

Checklist de itens e documentos para passar pela imigração

Duas dicas essenciais para o momento da entrevista na imigração: fique calmo e seja sincero. Lembre-se que não há motivos para ficar nervoso se os documentos estão em dia e todos os comprovantes estão à mão. Também não se deve mentir. Mesmo que a pergunta te surpreenda, seja sincero sobre os seus objetivos. 

Durante a entrevista na imigração só responda o que for perguntado. Não se antecipe às perguntas dos oficiasi e nem entregue todos os documentos de uma só vez - a menos que seja solicitado. E, claro, não é hora de fazer piadas ou gracinhas. É possível que, a partir da sua atitude, façam ainda mais perguntas, colaborando para aumentar a ansiedade. 

Como é a imigração em alguns países

Na maioria dos destinos, o processo de imigração começa antes mesmo que o viajante desça do avião, com o preenchimento de um cartão de desembarque de passageiro. Esse cartão é fornecido durante o voo e consiste basicamente em um formulário que pede dados pessoais e informações referentes à viagem ao exterior.  O cartão preenchido deve ser entregue para o oficial de imigração no momento da entrevista.

Seja qual for o seu destino, também é importante buscar informações sobre o que pode ou não ser levado na mala. Isso porque transportar algum objeto não permitido, ainda que ele pareça ser inofensivo, pode causar problemas na imigração.

Irlanda

Um dos melhores países para fazer um intercâmbio, a Irlanda é popularmente conhecida por ser mais amistosa no trato aos estrangeiros se comparada a outros países europeus, e isso se estende ao departamento de imigração. Para entrar no país como turista ou como estudante não é necessário solicitar o visto previamente. O documento é concedido, justamente, no departamento de imigração. Inclusive, o oficial de imigração é quem determina o tempo de permanência do viajante no país.

Estudantes que pretendem ficar mais do que três meses fazendo um curso na Irlanda devem se registrar na GNIB (Garda National Immigration Bureau), que é o escritório geral da imigração no país, para receber o visto para o período subsequente aos três meses já permitidos. O prazo para solicitar o visto é de um mês, contando a partir da entrada do estudante na Irlanda.

Estados Unidos

Os Estados Unidos obrigam os visitantes brasileiros a ter visto antes da entrada no país. Ou seja, o visto é solicitado primeiro no Brasil. Além de ter que apresentar o visto americano, o viajante obrigatoriamente passará pelo processo de entrevista padrão no departamento de imigração e sua admissibilidade no país será baseada em uma série de critérios definidos pelos Estados Unidos, que incluem o motivo da viagem, assuntos relacionados à segurança e outras informações que podem ser solicitadas.  

Inglaterra

Na Inglaterra, os oficias até podem fazer jus à fama de ranzinza, mas isso não significa que eles não serão gentis e dispostos a ajudar. Para brasileiros que vão ao Reino Unido a turismo ou para cursos com duração menor do que seis meses, o visto também é concedido no momento da entrevista com a imigração. O tempo de permissão pode variar de acordo a percepção do oficial e com os objetivos do estudante. Por isso, vale sempre ser gentil com os oficiais de imigração. Quem pretende passar mais do que seis meses no país, seja para estudar ou trabalhar no país, deve solicitar o visto ainda no Brasil.

Austrália

Com exceção dos neozelandeses, viajantes de todas as nacionalidades precisam solicitar um visto prévio antes de fazer uma viagem para a Austrália, independentemente do objetivo da viagem, da mesma forma que acontece nos Estados Unidos. Os vistos devem ser solicitados nos consulados australianos espalhados pelo Brasil. Uma das especificidades da Austrália é que o país também costuma solicitar a apresentação de um certificado de vacinação na imigração. Portanto, informe-se sobre vacinas que podem ser obrigatórias e deixe-as em dia antes de embarcar para lá.   

Nova Zelândia

Quem quer estudar ou trabalhar na Nova Zelândia também deve solicitar o visto específico para a finalidade antes de desembarcar no país. Para cada caso existe um processo de documentação necessária, mas a entrevista geralmente foca nas questões padrões feitas por todo departamento de imigração. Cidadãos brasileiros e europeus que viajam a turismo para a Nova Zelândia são isentos do visto, mas devem passar pelo procedimento normal na imigração para comprovar algumas coisas – como vínculos com o Brasil, condição financeira etc.

Canadá

O Canadá é um dos países mais receptivos do mundo com estrangeiros. A imigração segue o padrão internacional e, de acordo com as novas regras do visto canadense, é possível que, a partir de maio de 2017, brasileiros que tenham visto americano ou que já visitaram o país não precisem mais desta autorização antes de embarcar para o país. Os vistos mais comuns solicitados pelo país são o de estudo e trabalho, mas existem outros tipos aplicáveis por quem deseja passar mais do que um ano no país. Na imigração, costuma ser solicitado passaporte válido, seguro viagem, passagem de volta e comprovante de moradia

Lista de documentos necessários para viajar para o exterior

Tem dúvidas sobre como conseguir o seu visto? Fale com o departamento de vistos do STB!


SAIBA COMO PLANEJAR   O SEU INTERCÂMBIO

 

STB

STB

Fundado em 1971, o STB Student Travel Bureau é líder no segmento de educação internacional no Brasil, oferecendo as opções certas para cada fase da sua vida. Quem você quer ser? Conte-nos onde quer chegar e nós traçamos o caminho.

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: