As vantagens da diversidade cultural para o estudo.jpg

As vantagens da diversidade cultural para o estudo

Por Team Hotcourses Brasil *

Uma das vantagens mais divertidas e gratificantes da experiência de estudar no exterior é conhecer e fazer amizades com pessoas de todas as partes do mundo. As universidades internacionais recebem centenas de estudantes estrangeiros o ano inteiro, principalmente as de destinos mais populares de estudo no exterior, como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda.

A experiência de estudar no exterior com diferentes culturas

 As instituições de ensino superior valorizam imensamente a diversidade cultural em seus campi, tanto entre os estudantes quanto entre os professores e pesquisadores. Os principais rankings universitários do mundo utilizam a perspectiva internacional como um dos fatores de avaliação das instituições, analisando quantas colaborações globais elas mantêm e quantos estudantes estrangeiros recebem. Por isso, as universidades abrem cada vez mais as suas portas para os estudantes mais brilhantes do mundo inteiro.

Estudar em um ambiente multicultural irá ajudá-lo a se tornar uma pessoa mais informada sobre o mundo e tolerante a diferenças. Já pensou em estudar com alguém do Zimbábue ou do Uzbequistão? A paulistana Carolina Nunes, 27, nunca imaginou, mas foi o que aconteceu quando foi admitida na Northern Virginia Community College, nos Estados Unidos. “Meus colegas de classe eram desde filhos de indianos ricos até refugiados do Irã que mudaram para os EUA procurando exilo. Isso tudo beneficiou de forma extraordinária a minha experiência e me ajudou a moldar o meu caráter e até mesmo me ajudou a me descobrir”, conta ela.

Gustavo Schmidt, 29, ex-bolsista do Mestrado de Relações Internacionais da Jilin University, na China, também estudou e conviveu com pessoas do mundo todo durante a sua experiência no exterior, inclusive de países como Iraque, Síria e Coreia do Norte. “O principal benefício de se estudar em um ambiente multicultural consiste em olhar para o mundo pelo ponto de vista do outro e comparar as dificuldades que eles enfrentam com os nossos problemas”, diz ele. “Consiste, também, em fazer um balanço de como encaramos a vida em comparação a outros povos.”

Conviver com pessoas de nacionalidades diversas é um aprendizado completo: desmitifica preconceitos, fortifica o respeito pelos outros e a apreciação pelas diferenças, e proporciona uma visão mais ampla do mundo e suas culturas, costumes, idiomas, religiões etc. Todas estas características são importantes para um ambiente educacional e também para o profissional, principalmente se você pretende trabalhar em grandes empresas, crescentemente globalizadas.

Algumas destas amizades feitas durante este período no exterior durarão a vida inteira. Você terá amigos espalhados pelo mundo inteiro, mesmo após o seu retorno ao Brasil.

As vantagens de interagir com outros brasileiros

Ter amigos estrangeiros é, de fato, uma experiência enriquecedora. No entanto, os brasileiros também estão presentes em todos os cantos do mundo. O convívio constante com conterrâneos durante o estudo no exterior, como alguns afirmam, pode atrasar o aprendizado da língua estrangeira, porque quando estamos juntos claramente tendemos a falar o português.

Mesmo assim, há vantagens em ter também amigos brasileiros no exterior, principalmente no início, durante a fase de adaptação. “Longe da família, amigos e cultura, é muito difícil não sofrer com a saudade. Como remédio, nada melhor do que ter amigos que nos entendam em todas as formas”, explica Elaine Merces, de Salvador, que viajou para os Estados Unidos como au pair em 2011 e mora até hoje em Nova York.

O contato com pessoas que falam a mesma língua que você, têm costumes semelhantes e sabem como é sentir saudade do Brasil facilitará a sua adaptação ao novo ambiente.  “A cultura brasileira é muito acolhedora e não existe outro povo igual. Podemos fazer amigos de todas as nacionalidades, mas os brasileiros entenderão nossas saudades, lembrarão das mesmas músicas, falarão as mesmas besteiras”, diz Elaine.

As universidades mais multiculturais do mundo

Se para você é importante escolher uma instituição multicultural, pode usar a ferramenta Hotcourses Diversity Index (Índice de Diversidade do Hotcourses Brasil). O HDI lista as universidades dos EUA, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia com a maior diversidade de nacionalidades em seu corpo discente e também qual é a nacionalidade estrangeira predominante em cada uma destas instituições.

A University of Westminster, por exemplo, é a mais diversa do Reino Unido, com estudantes internacionais de 169 nacionalidades. Já a Northern Virginia Community College, faculdade da paulistana Carolina Nunes, aparece em nono lugar do HDI entre as universidades/faculdades mais diversas dos EUA.

Agora se a sua intenção é ter amigos brasileiros durante a sua estadia no exterior, o “Índice Sinta-se em Casa” pode ser ainda mais útil. Ele mostra a proporção de estudantes de uma nacionalidade específica em relação ao número total de estrangeiros no corpo discente –por exemplo, quantos brasileiros frequentam a universidade comparados ao número total de estudantes internacionais.

Saiba mais sobre estas duas ferramentas aqui.

 

*Hotcourses Brasil é um portal com dicas para ajudar o estudante brasileiro a encontrar a instituição, escola, faculdade ou universidade internacional na qual ele deseja estudar.

STB

STB

Fundado em 1971, o STB Student Travel Bureau é líder no segmento de educação internacional no Brasil, oferecendo as opções certas para cada fase da sua vida. Quem você quer ser? Conte-nos onde quer chegar e nós traçamos o caminho.

Deixe um comentário

BUSCAR RESULTADOS PARA: