Metrô em Londres: aprenda a usar o Oyster Card

O melhor jeito para andar por Londres e pela Inglaterra é mesmo o famoso metrô. Para tanto, uma coisa que você vai precisar entender para bater pernas em Londres é o Oyster (um tipo de super Bilhete Único).

O metrô lá funciona por zonas, da 1 (no centro) à 6 (mais afastada do centro). Quanto mais zonas você passa para chegar ao seu destino, mais caro paga. Para adquirir um Oyster você apaga cinco libras, que podem ser reembolsadas quando você não vai mais usá-lo. Para carregá-lo, você pode usar cartão ou dinheiro, e basta seguir as orientações da máquina.

oyster card

Dica: os tickets podem ser comprados por zona e por tempo de uso. Por exemplo: se você for usar o metrô só uma vez, você pode pagar o single journey (um trajeto). Mas, se você vai usar o transporte público o dia todo, é melhor escolher um ticket para o período inteiro que for ficar em Londres (no meu caso um mês), para as zonas que você mais vai usar (no meu caso 1 e 2). Nos dias que quiser conhecer outros lugares, que ficam em outras zonas, é possível carregar o cartão com o valor da diferença (isso se chama ‘extension’).

Outro detalhe: o Oyster vale para os ônibus também, mas neste caso, os ônibus circulam por todas as zonas e você não tem que pagar a mais por isso.

Importante: sempre saiba as zonas que você está e as zonas para as quais você vai. Baixar o mapa do metrô de Londres no seu celular é o maior favor que você pode fazer por você.

 

Fernanda Surian

Fernanda Surian

Fernanda é professora de inglês e embarca para Londres para realizar um sonho: viajar para o exterior com o marido, em busca de novas experiências de vida. Lá, ela fará um curso chamado CELTA, específico para professores, e ele estudará o General English. Apaixonada por CrossFit e alimentação saudável, além de escrever sobre seu curso e dia a dia, ela também compartilha com a gente a sua experiência 'gluten free' na capital inglesa!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: