a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

casa1-e1437142166633-750x364.jpg

Inverno na Pensilvânia – Parte 2

Como prometido, aqui está a continuação do post sobre o inverno aqui na Pensilvânia!

Apesar de toda aquela parte chata de ter que tirar neve do carro no dia seguinte, deixar o motor esquentar e gastar horrores de gasolina e até correr o risco de ficar presa em casa num fim de semana e ter seus planos arruinados, o inverno é super legal!

Eu sou uma "winter person", muito mais casa da montanha do que praia, sabe? Adoro colocar um monte de roupa, acho que as pessoas ficam chiques quando o frio chega. Aiai, cachecóis bonitos, casacões, botas, meias quentinhas, gorros... acho digno! Ainda mais aqui nos EUA, que dá pra se comprar esse tipo de coisa por preços justos!

Falando nisso, lembrei de um post que a Baunilha escreveu aqui mesmo no blog dos Friends, ano passado! Eu ainda estava no Brasil me preparando para o intercâmbio, mas nunca esqueci das dicas dela. Como o inverno de NY não é nem um pouco diferente do da Pensilvânia, aproveito para "desenterrar" o post dela e deixar a dica para vocês darem uma lida: Cliquem aqui para lerem um Guia de Sobrevivência de Inverno completíssimo!

Eu lembro que a coisa que mais me chamou a atenção nesse post foram as luvas Tec Touch! Com elas, você pode usar aparelhos touch screen, como iPhone e iPad sem precisar congelar os dedinhos. Quando o inverno chegou aqui, acabei comprando uma ! Acho que é de outra marca (achei na Macy's), mas quebra o maior galho, viu. Aproveito pra agradecer a Baunilha pela dica!

Enfim, gente! Falando das coisas boas do inverno, quero contar um pouco de uma experiência legal que tive por aqui há algumas semanas: aulas de esqui e snow tubing com minhas amigas!

Fomos para Pocono's Moutains, um lugar popular aqui na região onde eu moro durante o inverno. Mais precisamente, fomos parar na cidade de Lake Harmony. A host family de uma amiga minha tem uma casa na montanha e eles são TÃO LEGAIS que não se importam em deixar a casa só pra ela para convidar as amigas! Demais, né? Por isso, fomos em 9 meninas passar o fim de semana lá. Que delícia. Sem dúvidas um dos meus melhores fins de semana aqui nos EUA!

Chegamos numa sexta à noite na casa da montanha. Que perfeição da natureza. Sério, era um lugar como nos filmes, sabe? Tudo decoradinho com tema de urso (porque, acreditem ou não, lá tem muitos!) O lago, lindo era nossa vista pela janela. Tudo muito aconchegante, com lareira e tudo. Algumas meninas levaram bolo de cenoura com cobertura de brigadeiro, brownies, coisinhas para beliscar, bebidas, suplemento para café da manhã (!) e coisas para cozinharmos uma janta legal no dia seguinte. Com tudo ajeitadinho, ficamos conversando até tarde na sala... até cedo, quero dizer, pois quando fui dormir, já tava claro!

A casa da montanha

Eu e minhas amigas, diversão total

No sábado, dirigimos 5 minutos (!) para um resort de ski que fica lá em Pocono's Mountains chamado Jack Frost Big Boulder. E foi lá que tive minha primeira aula de esqui!!!

Minha host mom me emprestou roupas apropriadas e lá fui eu. O resort funciona da seguinte maneira: As aulas de esqui + o aluguel de equipamentos custam 85 dólares. É um preço salgadinho, mas vale a pena. E mesmo que você não faça aulas, o daypass do resort (a entrada que vale por um dia inteiro) custa 50 dólares e o aluguel 25. Então, mesmo que eu já soubesse esquiar, ficaria praticamente o mesmo preço.

Na hora de pegar os equipamentos, a equipe fez algumas perguntas básicas para que pudessem saber qual esqui era mais apropriado pra mim. Peso, altura e nível de habilidade eram as principais. Com tudo pronto, fomos procurar a "bota" do tamanho certo. Sério, essa é a pior parte: parece que todos os números ficam apertados, pois é um sacrifício de fazer aquele treco entrar no pé!!! Mas a gente conseguiu... uma ajudou a outra e ficou tudo ok :P

escolhendo o melhor ski

Eu e minhas amigasEu, Jana e Fer fazendo umas gracinhas e "pagando" de profissional ;o)

Aí, foi só caminhar igual um pinguim na neve em direção ao lugar em que estavam ensinando o pessoal iniciante. Você começa com apenas um esqui no pé e vai andando em círculos para aprender o equilíbrio, a andar com o esqui nos pés e coisas básicas. Depois, vai para uma inclinação aprender como das passadas pequenas. Depois, como dar a "largada", posição dos bastões e dos pés etc. Você fica numa fila e vai fazendo o que o instrutor manda. E detalhe: eles só te passam de "nível" quando acham que você está ok, se não tiver, vai ficar fazendo o basicão até ser aprovado. Justo?

Eu passei praticamente de primeira em todas as lições e quando menos esperei o instrutor neo-zelandês me fala: "Menina, sua vez de descer a montanha sozinha. Tá preparada?" COMO ASSIM DESCER A MONTANHA??? Olhei para aquele negócio branco e alto... será que eu já tava sabendo o suficiente??? Enfim, tive que me entregar!

andando de esqui na neveOlhem só uma esquiadora profissional em treinamento! :P

Aprendendo a andar de esqui

Ah, uma coisa importante: antes de descer a montanha, aprendi a virar, a parar e a controlar a velocidade durante a descida. Pensei que seria difícil, mas fui muito bem, passei de segunda. O professor disse que eu estava me saindo bem porque já ando de patins (não no gelo, o normal mesmo, in-line) e já tenho noção de equilíbrio e "deslize", haha. Ainda bem! Minhas amigas, tadinhas, ficaram empacadas nessa última aulinha, que droga!!! Tive que me aventurar sozinha o dia inteiro!

Gente, desci a montanha!!! Fui que fui na maior velocidade. Não caí UMA VEZINHA sequer durante horas. Depois que você desce a primeira vez, o professor te encontra lá embaixo e subimos juntos de teleférico pro alto da montanha. Pensei que chegaríamos lá em cima e ele desceria comigo mais algumas vezes pra ter certeza, né... mas NÃO! Ele só vira e fala: "Foi um prazer te ensinar a esquiar, Beatriz. Tenha um ótimo dia. Ah, essa montanha é a mais fácil, mas você já pode tentar o nível médio que é aquela ali e aquela ali... e se quiser se aventurar um pouquinho mais, aquela outra é mais dificil. Até mais!"

Aí fiquei lá uns 5 minutos parada em cima do esqui completamente abandonada pelas minhas amigas que ainda estavam aprendendo a virar o esqui e pelo professor que tinha mais o que fazer. Paguei malditos 85 dólares pra quê, né? Bora descer essa montanha!!! Lá fui eu. 1 vez. 2. 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10... umas 15 vezes SOZINHA!!! Já tava até bróder do tiozinho que cuida do teleférico lá embaixo! Conheci altas pessoas que iam na cadeirinha comigo e bati altos papos, hahaha. E nada das minhas amigas saírem da aulinha, cara.

andando de esqui

Já estava ficando entediante a montanha fácil e resolvi encarar a média nível 1. NOSSA, já senti a diferença!!! Que adrenalina, cara. Fui com tudo, quase atropelei um snowboarder, mas mantive a classe. Cheguei em pé lá embaixo e lá fui pro teleférico de novo. Desci umas 5  vezes a média 1 e umas 3 vezes a média nível 2 porque fiquei com medinho quando quase caí. Mesmo assim, NÃO CAÍ no meu primeiro dia de esquiadora! Aplausos, por favor!!! Já posso me gabar por aí que sei esquiar.

Quando o resort já tava quase fechando (4 da tarde), vejo minhas amigas e seus instrutores a caminho da montanha... finalmente elas iriam descer a montanha. EEE!!! Cada uma desceu uma vez e depois ficaram com gostinho de quero mais. Delícia!!!

Voltamos pra casa, comemos, relaxamos um pouquinho e à noite fomos todas para outro resort fazer snowtubing, o que não exige prática, apenas coragem!!! Snowtubing é uma delícia... você só senta na boia e escorrega num escorregador gigante de neve/gelo!!! Só que vai bem rapidão com o frio batendo na cara. Muito bacana! Super recomendo, ainda mais porque geralmente é um dos programas mais baratinhos oferecidos pelas estações de esqui.

snowsubing

Mas como eu tive um dia muito radical, estava com a adrenalina no máximo e fiquei entediada rapidinho no snow tubing. Acabei descobrindo que o resort do esqui que fui de manhã era "parceiro" do snow tubing e eu poderia esquiar lá até as 10 da noite sem pagar nada, desde que eu tivesse a etiqueta que provasse que fiz esqui de manhã. E eu tinha!!! Nossa, super fui encarar outra montanha. Fui na de nível fácil e já assustei. Sério, o nível fácil desse resort era mais complicada que o nível médio 2 da estação que fui de manhã!!! E curti muito. Novamente, não caí. Mas desisti logo, pois arrastei uma das minhas amigas que só caía e já tava ficando de bode lá, né. Mas valeu a pena!

Super recomendo que todo mundo que vá fazer intercâmbio num país que faz frio de verdade encare essas aventuras de inverno! Foi uma das melhores experiências do meu intercâmbio e também da minha vida!!! Fica a dica!

Até a próxima, pessoal!

Beatriz Morgado

Beatriz Morgado

Sempre em busca de uma experiência inesquecível, Beatriz, estudante de publicidade e propaganda, resolveu embarcar para os Estados Unidos para ser Au Pair! Acompanhe como ela encara uma rotina cuidando das crianças no estado da Pensilvânia e ainda arruma tempo para estudar francês!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: