passaporte.jpg

Imigração: é difícil entrar no Reino Unido?

Esse é um dos assuntos mais temidos por quem vai tentar entrar no Reino Unido. Eu estava super tranquila antes de vir pois tinha pago tudo direitinho e todos os documentos estavam ok com as devidas comprovações necessárias. O único problema era que eu não tinha visto e queria conseguir o carimbo de turista, que nos permite ficar até 6 meses como visitante no Reino Unido.

Por que eles são tão rígidos com a entrada no país?

Existem muitos imigrantes vivendo ilegalmente aqui Reino Unido. A galera chega com o carimbo de turista e resolve morar aqui por anos, mesmo sem ter permissão pois é difícil serem pegos pelas autoridades. Eles arranjam empregos mesmo sendo ilegais e ganham em libras, o que vale bem mais do que as outras moedas.

Qual é a documentação necessária?

Esse tópico é muito importante porque por mais que você esteja com tudo certinho, uma folha de papel esquecida pode arruinar o seu sonho de vir morar aqui. Então, vamos a listinha:

- Comprovante de pagamento do seu curso, com a carta oficial da escola que mostra que você pagou tudo certinho. Esta carta deve conter a data de início e término do seu curso também.

- Comprovante de moradia com o endereço e uma carta do responsável ou da moradia de estudante, para mostrar que você tem onde morar assim que chegar na cidade.

- Passagem de ida e volta, para provar que você pretende voltar ao seu país de origem.

- Comprovante do seu cartão internacional que mostre com quanto dinheiro você está entrando no país.

- Extrato da sua conta bancária (Isso eu não levei mas eles me perguntaram muita coisa sobre dinheiro e depois que mostrei que tinha cartões de débito e crédito internacionais, eles me pediram para ver quanto dinheiro eu tinha na minha conta. Eu não tinha o extrato mas falei um valor aproximado.)

- Comprovante do seguro de vida obrigatório

É muito importante que você comprove que tem dinheiro para passar esse tempo no Reino Unido. O fato de ter pouco dinheiro pode significar que você vai procurar um emprego e ganhar dinheiro ilegalmente para sobreviver durante a sua estadia.

O que é importante transparecer para os oficiais da imigração?

Você precisa mostrar que não tem a intenção de viver ilegalmente no Reino Unido. Mas ao mesmo tempo, eu li que se você ficar falando que não tem essa intenção, pode ser um pouco suspeito. Não toque no assunto ao menos que ele te pergunte. Fale apenas o necessário e seja muito seguro de si. Na minha vez eu fingi que estava tudo bem e que aquilo era tudo muito normal pra mim. Mas a verdade era que eu estava morrendo de medo de não conseguir meu carimbo ou de conseguir um carimbo inferior a 6 meses. Comprove que você tem dinheiro para ficar o tempo necessário no país e que não vai precisar arranjar um emprego ilegal para sobreviver. Ter vínculos no seu país de origem (como negócios por exemplo) também é uma boa para mostrar que você não pode morar no Reino Unido por muito tempo.

Preciso saber falar inglês na hora da imigração?

Eu vim pra cá para fazer um curso de inglês, portanto, não sabia falar inglês muito bem. Quando cheguei na imigração, disse para o oficial que, apesar de não falar inglês muito bem, eu conseguia entender o que ele dizia, então a minha entrevista foi feita totalmente em inglês. Foi difícil pois tive que responder muitas perguntas em inglês mas no fim acabou dando tudo certo. Se você não souber falar/entender inglês, pode pedir um tradutor.

Como foi a minha experiência com a imigração?

Eu estava super tranquila para entrar no país pois, graças ao STB, tinha todos os documentos necessários guardados em uma pasta e bem organizados por assunto para ficar mais fácil na hora de procurá-los. Meu passaporte estava em dia e eu estava bem segura de que daria tudo certo. Cheguei em Londres em um voo vindo de Amsterdã, então não tinham tantos imigrantes nele.

A fila da imigração foi rápida e quando chegou a minha vez, comecei a apresentar os documentos à medida que iam me pedindo. Super calma e tranquila, tentei ser simpática mas ele não deu muita corda. O cara não chegava a ser rude, mas permaneceu bem sério durante todo o processo. Eu havia escrito em um papel que me deram no avião, que ficaria 6 meses em Londres mas meu curso foi pago apenas por 4 meses. Queria o carimbo de 6, para ter 2 meses livres depois que meu curso de inglês terminasse.

"Mas 6 meses é muito tempo... Isso custa muito dinheiro, você sabia?"

Ele começou a encanar comigo pois 6 meses era muito tempo, e perguntou por que eu tinha que vir pra Londres para estudar inglês, já que poderia fazer um curso de inglês no meu país. Eu disse que queria conhecer novas culturas e que estudar inglês no meu país seria muito demorado já que a nossa língua nativa era muito diferente e eu não poderia praticar tão facilmente quanto aqui.

Um dos pontos importantes na minha entrevista foi que o curso e a viagem inteira foram pagos por mim mesma. Quando disse a quantia que tinha na minha conta, ele disse que era pouco para esse tempo que eu queria ficar, mas eu disse que se meu dinheiro acabasse meu pai poderia me ajudar. Então ele perguntou quanto tempo eu tinha levado para guardar todo o dinheiro que gastei para pagar a minha viagem e como eu tinha ganhado todo esse dinheiro.

Uma coisa importante é SEMPRE FALAR A VERDADE.

Ele repetiu as perguntas um milhão de vezes, para ver se eu respondia sempre a mesma coisa ou se eu me embananava por estar mentindo.

"Seu pai trabalha com que? E sua mãe, o que faz? Você tem irmãos? Seu irmão é mais novo ou mais velho? Quantos funcionários tem na empresa que você é sócia? Você é solteira? Você conhece alguém na Inglaterra? Tem amigos, parentes, contatos aqui? Você pretende trabalhar em Londres? A sua mãe trabalha onde? Mas por que você não faz o curso de inglês no Brasil? Por que você não faz cursos de design no Brasil? Lá eles tem vários cursos bons. Como você vai viver em Londres se seu dinheiro acabar? Os seus pais já estiveram na Europa? Você já viajou para fora do Brasil? Você tem amigos ou familiares em Londres? Quanto dinheiro tem na sua conta? Seu irmão é mais novo ou mais velho que você? (...)"

É de dar um nó no cérebro quando você é bombardeado de perguntas e tem que responder tudo em inglês calma e claramente. Mas eu fui firme e consegui responder tudo ao longo da entrevista. Senti um ar de ironia no cara as vezes, mas mantive a pose e me fingi de desentendida. Uma meia hora depois, ele chamou uma outra mulher da imigração e mostrou os meus documentos para ela.

- Ela tem 25 anos, é solteira, vai estudar inglês e quer ficar 6 meses aqui... O que você acha? O pai dela tem uma fábrica de chocolates, a mãe trabalha na prefeitura... E aí? Acha que vale a pena?

- Hum... 25 anos...? Não sei... Ela é solteira né...

- Uma coisa boa é que foi ela que pagou a viagem inteira do bolso dela...

- Pois é... Mas não sei, acho que é 50-50...

- É... Também estou em dúvida...

Enquanto isso eu lá na frente deles suando frio mas fingindo estar super tranquila como se não estivesse entendendo a conversa deles. A mulher veio até mim e me pediu para abrir minha mala de mão. Eu abri, mostrei o que tinha (1 troca de roupas, pasta e escova de dentes, sabonete e a minha mochila com meu notebook.). Ela perguntou se eu tinha comprado o notebook com o meu próprio dinheiro e eu disse que sim.

Depois de mais uns 10 minutos, ela continuou dizendo que era 50-50 e não sabia o que o cara deveria fazer. Ele pensou... Pensou... Pegou meu passaporte e disse:

- Olha... Você deve ficar 5 meses em Londres e depois disso tem que ir embora. Ok?

Eu, obviamente, respondi que sim e agradeci pegando meu passaporte carimbado. Eu tinha finalmente conseguido! Peguei minha malinha de mão e saí vitoriosa, mas sem dar pulos de alegria como eu queria, porque né, tinha que manter a pose. Fui a última a pegar minha mala na esteira. As pessoas do meu voo já tinham passado pela imigração e ido embora com suas respectivas malas fazia muito tempo. Finalmente minha aventura em Londres iria começar e eu tinha conseguido meu carimbo de 6 meses para ficar na cidade! (sim.. ele disse 5 meses mas eu tenho direito a 6!)

Para acompanhar minha viagem em tempo real, siga meu twitter: @rebiscoito

E se tiver dúvidas, pode deixar um comentário aqui no post que eu responderei com prazer :D

Rebiscoito

Rebiscoito

Paulista, Rebiscoito decidiu embarcar neste intercâmbio para Londres e conta aqui no blog todas as suas experiências e pensamentos diretamente da terra da Rainha. Aqui vocês descobrem como é morar e viver cercada do inglês britânico, em uma cidade onde tudo acontece. Ela divide perrengues, alegrias, descobertas e tudo de novo que encontra por lá.

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: