a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

Field Day: meu primeiro festival de música em Londres ❤

Finalmente a parte boa em morar em Londres está chegando: O VERÃO. Eu sei, vocês devem estar cansados de me ouvir falando isso, mas eu não vou parar porque morar em Londres no verão é realmente a melhor coisa do mundo! E uma das delícias nessa época são os festivais de música! Eu acabei de ir no meu primeiro, que não foi exatamente no verão, mas com certeza aconteceu para dar um gostinho. Eles aproveitaram o big feriado do Diamond Jubilee da Rainha e fizeram o festival no sábado do final de semana prolongado.

Eu já tinha lido sobre o Field Day faz tempo, porque uma das minhas bandas preferidas ia tocar lá: METRONOMY. Alguns dias antes do festival, resolvi dar uma olhada com mais calma no line-up e escolher todas as bandas que eu realmente queria ver durante o sábado inteiro. Segue aqui a listinha que fiz:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

12:20 To Kill a King ****
12:40 Last Dinosaurs ***
12:55 Here We Go Magic ****
13:05 Friends ***
13:30 Com Truise ****
13:50 Citizens! ****
13:50 Blood Orange ***
14:20 Sunless '97 ****
14:45 R. Steve Moore ***
15:25 Outfit *****
16:00 Fennesz **
16:10 Summer Camp *****
16:20 Jeffrey Lewis & The Junkyard ***
17:10 Andrew Bird *****
18:40 Metronomy *****
19:40 SBTRKT live **
20:20 Beirut *****
21:20 Austra *****

 

 

Foi difícil conseguir ver todas porque os palcos não eram tão perto uns dos outros então eu tinha que parar alguns shows no meio para conseguir ver todas as bandas. No fim consegui ver quase todas que eu queria e posso dizer que valeu super a pena! O ingresso custou £45, o que pode parecer meio salgado quando você faz a conversão para reais, mas eu nunca iria em todos esses shows no Brasil por esse preço, então achei que valia a pena gastar. Fui para o Victoria Park de overground, que é uma das "variações" do metrô aqui, e já no caminho dava claramente para distinguir quem estava indo para o festival de quem estava pegando transporte público num dia comum. Só dava aquela galera descolada e com uma energia super boa de quem estava indo curtir um sábado inteiro no parque com as melhores bandas do mundo!

Chegando lá quase não peguei fila para entrar, porque fui uma das que chegaram cedo para curtir todas as bandas. A área separada no parque para o festival era bem grande, e a maioria dos palcos ficava dentro de uma espécie de arena de circo, sabe? O que isolava o som dentro delas mas, ao mesmo tempo, era aberto para todo mundo que ia passando por perto. Colocaram alguns brinquedos de parque de diversões para deixar o lugar mais divertido, e muitos, mas muitos trailers de comida. Lá tinha tudo que você podia imaginar! Hamburguer, fish & chips, panquecas, comida vegetariana, pizza... Uma variedade enorme para ninguém botar defeito. E tudo regado a muita cerveja, cidra e água né? Porque a gente também precisava se hidratar. A parte ruim eram os preços: tudo com preço de balada. Achei isso meio mancada, já que o ingresso não tinha sido lá tão barato. Mas acho que essas coisas com dinheiro são sempre absurdas, não importa onde a gente esteja.

A diferença entre ir num show normal e um festival de música é a energia da galera. Lá estávamos num lugar aberto, no meio da natureza, com um monte de gente que tem os mesmos interesses em comum com a gente. Pelo menos os interesses musicais! Dava vontade de fazer amizade com todo mundo e curtir o show da sua banda preferida ao lado de um monte de amigos! Um momento que deu pra sentir muito isso foi no show do Beirut, onde todo mundo começou a dançar juntos sem nem se conhecer.

Passei quase a metade do dia sozinha, porque estava difícil de achar meus amigos sem o celular. Mas nem assim desanimei, porque as bandas eram muito boas. Depois que nos encontramos foi ainda mais divertido, porque conseguimos ver os melhores shows juntos e ainda fomos pra um after party oficial do festival, no bairro de Shoreditch, onde rolam as festas mais alternativas da cidade.

Para quem gosta de música indie, eletrônica e rock: vale a pena dar uma pesquisada nas bandas que coloquei ali em cima. Classifiquei com estrelinhas de acordo com o que eu vi nos shows, adorei quase todas e acabei conhecendo um monte de bandas novas. Espero que vocês gostem! Se ouvirem e gostarem, deixem um comentário me contando! :D

Rebiscoito

Rebiscoito

Paulista, Rebiscoito decidiu embarcar neste intercâmbio para Londres e conta aqui no blog todas as suas experiências e pensamentos diretamente da terra da Rainha. Aqui vocês descobrem como é morar e viver cercada do inglês britânico, em uma cidade onde tudo acontece. Ela divide perrengues, alegrias, descobertas e tudo de novo que encontra por lá.

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: