a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

las-vegas1-e1436982677848.jpg

Férias nos EUA! Parte 2 – “Planejando” uma viagem para Las Vegas!

 

Pois é, minha gente! Finalmente tirei minhas primeiras férias dessa vida auperiana e fui para um dos lugares mais famosos e intensos dos Estados Unidos: Vegas, Baby! Nem teve graça tentar fazer suspense no post anterior... já acertaram no primeiro comentário :P

Tenho que começar dizendo que essas férias tinham tudo para ser um fiasco! Eu não planejei absolutamente nada, simplesmente aconteceu. Não recomendo que façam o mesmo, pois quase perdi meu tempo e muito dinheiro! Vou contar porque...

Meu schedule de trabalho como Au Pair está uma loucura no verão. Eu nunca sei quando vou estar viajando com a minha família e também não sabia do schedule das minhas amigas que eu queria que viajassem comigo. No fim, acabou indo só a Raquel. Como ela mora longe de mim e nossos fins de semana eram sempre corridos, não tivemos tempo de sentarmos juntas e planejarmos direito uma viagem. Só tínhamos EM MENTE que iríamos para a costa oeste e que, se possível, visitaríamos alguma parte da Califórnia e Las Vegas.

Deixamos tudo para cima da hora e resolvemos de fato comprar a viagem duas semanas antes da data prevista. E era uma data EXATA: 15 de julho a 22 de julho, pois a Raquel precisaria trabalhar no dia 14 e eu no dia 23. Não tinha jeito de ser uma data diferente, o que dificultou as coisas. Duas semanas antes do nosso embarque, resolvemos começar a pesquisar preço de vôos, albergues e lugares pra ir... e é claro que não achamos muita coisa. Falha nossa, pessoal!

Fui chorar as pitangas e pedir ajuda para minha mãe, que já foi agente de viagens, no Skype. Tadinha! Ficamos HORAS navegando no site Expedia, um dos melhores e mais famosos para a compra de passagens aéreas e viagens em geral. Procurei cruzeiros marítimos, viagens loucas pro Havaí e até coisas fora dos EUA, mas nada encaixava no orçamento ou parecia “programa de índio”. Quando eu estava quase ligando pra Raquel para avisar que a melhor coisa seria adiar nossas férias e planejar algo melhor, minha mãe disse: “Por que ao invés de vocês irem para Vegas E Califórnia, não vão só para Las Vegas?”. No começo pareceu meio absurdo e perda de tempo ficar 7 noites em Vegas sendo que tem tanta coisa legal pra fazer na costa oeste dos EUA, mas depois comecei a pensar melhor e vi que seria o melhor a fazer.

Las Vegas fica no meio do NADA, literalmente. Quando o avião está perto de aterrissar, tudo o que se vê são montanhas e canyons!

Eu sou do tipo que ODEIA viajar e fazer tudo correndo. Dormir tarde, acordar cedo, andar o dia inteiro, visitar todos os pontos turísticos só pra tirar foto e quando tá ficando bom, ter que pegar avião/carro/trem para o próximo ponto.

Lembrei de uma viagem que fiz de 10 dias para Buenos Aires com 3 amigas. Todo mundo falou “vocês vão enjoar!!! 10 dias é muita coisa!”. QUE NADA! Eu poderia ficar mais 1 mês lá que ainda teria coisa para ver, fazer e pessoas para conhecer. Por que não em Vegas?!

Liguei para a Raquel e expliquei meu ponto de vista e ela acabou topando também. Achamos uma pacote com hotel + vôos por um preço MARA!!! Parecia mentira! A ideia estava fechada, só faltava comprar, reservar e esperar pelo embarque.

Eu uso o Visa Travel Money do STB para fazer todas as minhas compras online aqui, mas nesse dia eu não tinha dinheiro suficiente no cartão para comprar a minha viagem e era algo urgente! Eu PRECISAVA comprar NAQUELA noite! Portanto, tive que pedir emprestado o cartão de crédito da minha host mom, pagando-a na mesma hora com dinheiro em espécie. Foi uma fofa me ajudando e ficou super empolgada com a minha escolha sobre Vegas. Ela já esteve lá algumas vezes e AMA. Aliás, todo mundo que já foi pra lá se apaixonou pelo lugar... até minha avó!!!

Enfim, viagem comprada!

Fomos pela companhia Delta Airlines de Philadelphia até Atlanta (conexão maldita!) e de Atlanta para Las Vegas. A viagem de ida durou cerca de 8 horas, mas o fuso horário de Vegas possui 4 horas de diferença a menos, portando saímos de Philly às 14h30 e chegamos em Vegas às 19h30. Perfeito!

Ficamos hospedadas num hotel chamado Terrible’s, hahaha. Ok, ele não faz jus ao nome porque não é nada horrível, mas não recomendaria para pessoas jovens como nós! O preço é super acessível, fica a mais ou menos 1km da avenida principal (o que não é muito, pois dá pra ir andando, pegar o shuttle gratuito no hotel ou até mesmo um táxi, que não sai tão caro se você tiver outras pessoas para dividir).

Nosso hotel!

A parte ruim é que no hotel mesmo não há muito o que fazer. E a graça de Vegas está nos hotéis! Tudo acontece neles. O nosso era meio “pobrinho”, famoso entre os moradores da região que gostam de ir lá para jogar nos casinos, comer comida boa e barata e beber todas. Definitivamente... um hotel só pra dormir. Ou nem isso, pois ninguém dorme em Vegas!!!

Ah, pelo menos ele tem uma piscina legal, que aproveitamos muito embaixo do calor de quase 50 graus!

Depois que colocamos os pés na Sin City, a história começou... conto mais nos próximo post!

Conclusão de hoje: PLANEJE BEM suas férias!!!

Beatriz Morgado

Beatriz Morgado

Sempre em busca de uma experiência inesquecível, Beatriz, estudante de publicidade e propaganda, resolveu embarcar para os Estados Unidos para ser Au Pair! Acompanhe como ela encara uma rotina cuidando das crianças no estado da Pensilvânia e ainda arruma tempo para estudar francês!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: