a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

fotografia_2-1.jpg

Documentando seu intercâmbio | Fotografias

Uma das coisas mais importantes que você têm que fazer no seu intercâmbio - além de aproveitar muito - é documentar tudo! Quanto mais documentação você tiver, melhor!

Mas para não se perder em milhares de fotografias, panfletos e anotações, e acabar como Mr. Brainwash e sua infinita coleção de fitas não catalogadas, vou fazer aqui no blog EmbaixadorSTB um tutorial de diferentes formas de documentar suas experiências.

Começando pelas imagens!

Primeiro, obviamente, você vai precisar de uma máquina fotográfica. Hoje em dia, muitos usam a câmera do celular como forma de documentação. Eu acho uma opção válida, mas ainda não substitui uma câmera fotográfica e a liberdade de manipular sua fotografia. Eu, particularmente, não gosto de perder horas no Photoshop retocando fotos e prefiro ter uma câmera boa onde eu possa fazer esses ajustes.

Mas o mais importante é tirar fotos e documentar, não importa com o quê, só não perca o momento quando ele aparecer. Como dizem "A melhor câmera fotográfica é aquela que está com você no momento da foto".

viagem para londres

Mas então, qual câmera comprar?

Chega a ser sufocante escolher uma câmera no meio de tanta opção no mercado. Há uns anos atrás eu queria sair das câmeras básicas point-and-shoot e me aventurar com as máquinas profissionais. Comprei uma SLR Rebel da Canon e a câmera é fantástica. Troquei lentes e no começo estava super empolgada com minha câmera profissional. Mas essa empolgação logo passou.

O equipamento é pesado e um grande trambolhão. Ficava cansada só em pensar em carregar aquela máquina durante o dia todo e ter que sair com uma bolsa maior para caber. Acabava deixando-a em casa e perdendo oportunidades excelentes de fotografar. Passei grande parte no começo do meu intercâmbio sem ter muitas fotografias por conta disso. Estou contando essa história para já alertar, por mais que pareça incrível ter uma dessas câmeras profissionais, tenha em mente que você terá que carregá-la!

Minha primeira câmera profissional foi uma canon eos rebel t2iMinha primeira câmera profissional: fantástica, mas ultra pesada! 

Foi assim que resolvi voltar para as point-and-shoot. Queria uma máquina pequena que coubesse na bolsa (ou no bolso) para não perder mais nenhum momento importante do meu intercâmbio, mas ainda assim uma com qualidade, já que estava acostumada com minha SLR.

Encontrei uma câmera manual da Canon perfeita, a S95! Agora já existe a Canon S100, uma versão mais nova da que eu comprei. Essa compacta é completamente diferente das outras pois permite ajustes manuais, assim como as câmeras SLR profissionais, com a vantagem de caber no seu bolso ou na sua mini-bolsa!

Canon S100 A salvação: Canon S100. Excelente, manual e compacta.

Ela é um pouco mais carinha do que as outras câmeras, mas super compensa. Ela está exatamente no meio entre uma câmera compacta e uma câmera profissional. Por exemplo, ao invés de usar o flash para tudo, com essa câmera você consegue controlar a entrada de luz e a exposição.

Você também não precisa ser profissional para entender como ela funciona. Os comandos e botões são simples e brincando uma horinha com as funcionalidades, você já saca a câmera. Faça testes em diferentes modos, mudando o ISO, tempo de exposição e tamanho da abertura e veja as diferenças entre as fotos.

 

Tirar foto do quê?

Desde a primeira visita ao STB, a confirmação do curso/viagem, a preparação das malas, o embarque no aeroporto. Tire fotos! Muitas! De tudo o que ver e que achar interessante, diferente do Brasil, divertido, bonito. Tire fotos de você, dos seus novos amigos, dos lugares, das pessoas locais. Tire fotos dos monumentos, de você no monumento, de um ponto artístico e diferente do monumento, das pessoas no monumento, etc, etc. Quanto mais opções, melhor! É super comum você rever suas fotos e sentir falta de mais opções (uma onde você não está piscando e sua amiga não está se mexendo).

fotografar a própria rotina Minha mala prontinha para vir para os EUA no ano passado

Abra os olhos para o seu redor, tente absorver com a câmera tudo o que você está vendo e sentindo naquele momento. Como um bebê que acabou de nascer, porque afinal, é um mundo novo que se abre diante de você.

Seja cara de pau, antes de perguntar se pode fotografar, tire uma foto. Se não puder, alguém irá falar, mas não perca oportunidade por mera vergonha. Seja curioso e procure ângulos curiosos.

É difícil fazer um belo mix e a maioria das pessoas acaba focando-se em apenas um aspecto da fotografia. Por exemplo, minha mãe ama tirar fotos da minha família, mal ligando para o que acontece ao redor. Já meu pai muitas vezes esquece de tirar fotos da gente, fotografando o lugar que ele está visitando acima de tudo. Eu acabo tirando muitas fotos de close-up e detalhes dos lugares, e quando vou olhar minhas fotos, muitas vezes nem sei da onde aquele detalhe pertencia por não ter foto do todo. O ideal é conseguir balancear todos esses aspectos e ter um belo mix, com fotos artísticas, fotos da família e dos amigos e fotos dos locais.

fotografando as viagens

 

Dê um upgrade nas suas fotos utilizando "A regra dos Terços"

O segredo de uma boa foto é a composição, ou seja, saber exatamente como dispor os elementos da imagem. Para conseguir uma composição mais bacana e melhores resultados quando for tirar uma foto, uma dica é usar a técnica fotográfica "Regra dos Terços". Ao invés de posicionar o elemento principal da sua foto no centro da tela, você dá uma pequena andada para o lado ou mudada de ângulo.

A regra diz que você deve dividir a fotografia em 9 quadros, criando uma grade na tela. A maioria das câmeras conta com essa divisão como uma das opções em "display". Daí é só criar sua composição posicionando os elementos principais - o que você quer dar destaque na foto - no cruzamento dos pontos.

Parece mentira mas faz muita diferença! As suas fotos ficarão muito mais interessantes assim.

regra dos tres na fotografiaPosicione os elementos nas junções das linhas

Minha foto aplicando a regra do terços

Outra dica é também ficar de olho no espaço negativo da composição. O espaço negativo é o espaço ao redor do elemento principal de uma fotografia, sendo esse, o espaço positivo.

Você pode fazer uso dessa técnica ao usar o espaço negativo em função do espaço positivo, criando um grande contraste entre ambos e dando assim, um maior destaque ao elemento principal da sua composição.

Espaço positivo vs. espaço negativoEspaço positivo vs. espaço negativo

Minha foto aplicando a regra do espaço negativo Minha foto aplicando a regra do espaço negativo

Minha foto aplicando a regra do espaço negativoMinha foto aplicando a regra do espaço negativo

Mostrando para o mundo

Agora que você já comprou sua câmera, perdeu a vergonha, melhorou suas composições e têm fotos lindas da sua experiência para compartilhar com a galera, chegou a hora de... COMPARTILHAR COM A GALERA!

Você pode dar aquela ajeitadinha bacana nas fotos no Photoshop - se quiser - e publicar na sua rede social favorita. Não tem muita regra de onde publicar suas fotos, depende apenas da preferência de cada um.

O Flickr é uma rede social específica para fotografia e pessoas que levam fotografia a sério. Lá é bacana para colocar aquelas suas fotos mais bonitonas, artísticas, que poderiam virar um belíssimo cartão postal, ou tão diferentes e ousadas que são extremamente estilosas. O Flickr ainda é uma ótima rede para se relacionar com outros fotógrafos, amadores ou profissionais, pegar dicas e até - se suas fotos se destacarem - ganhar exposição!

fickr

Já no Facebook você pode publicar suas fotos mais pessoais. As fotografias que tirar de você nos lugares - essas para manter sua família constantemente atualizada das novidades, deixar os pais orgulhosos da filha aventureira e ver que você está aproveitando tudo e muito! - e de você com sua nova galera que foi conhecendo no decorrer do intercâmbio!

Guardando para você

Mas já que está nos EUA e eletrônicos por aqui são muuuuito mais baratos, além de comprar a câmera fotográfica (e um case lindinho para guardar sua câmera!), já aproveita também para comprar uma - ou duas - coisinhas mais.

Porta-retrato Digital: conhecido como Digital Photoframe é outra forma de dar vida longa a suas fotos ao invés de esquecê-las guardadas em um pen-drive qualquer. Você encontra porta-retratos digitais a preços incríveis nos EUA e são também um excelente presente para levar de lembrança para os pais.

Porta-retrato Digital

Impressora compacta de fotografias: outra forma de não deixar suas fotografias apodrecerem no HD do computador é comprar uma dessas impressoras compactas de fotos e sair imprimindo suas favoritas! Esse tipo de impressora é bacana também porque quase não ocupa espaço na mala.

Impressora compacta de fotografias

Bruna Calheiros

Bruna Calheiros

Paulista e blogueira, Baunilha é publicitária e apaixonada por games, seriados, HQ, cinema, design e arte. Com projetos promissores e vontade de aproveitar tudo o que o mundo tem para oferecer, ela está estudando em NY e você pode conferir os textos repletos de dicas e detalhes sobre a cultura norte-americana que a @baunilha prepara especialmente para vocês!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: