DICAS

NATAL PELO MUNDO: CONHEÇA TRADIÇÕES EM DIVERSOS PAÍSES

Published

on

Simbologia, guloseimas e receitas variadas caracterizam as festas de Natal ao redor do mundo. Mas você já parou para pensar que algumas tradições podem variar de país para país (além, é claro, de variar de acordo com a religião de cada um)?

Enquanto no Brasil a data é comemorada em meio as altas temperaturas do verão, a neve marca presença em grande parte das festas no hemisfério norte. Por aqui, também temos o costume de reunir a família no dia 24 de dezembro, mas no Reino Unido a ceia só acontece no dia 25 e, geralmente, com ingredientes diferentes daqueles com os quais estamos acostumados.

Fogos de artifício, jogos de charada e trajes típicos são apenas algumas das demais tradições natalinas que se diferenciam das nossas ao redor do mundo. Confira algumas das principais:

Natal nos Estados Unidos

Ainda que as tradições natalinas dos americanos se assemelhem bastante com as brasileiras, alguns costumes específicos caracterizam esta época do ano por lá. Dentre eles, destaca-se o hábito de enfeitar o lado externo das casas com muita dedicação.

O melhor lugar para ver a tradição de perto é o bairro residencial de Dyker Heights, no Brooklyn. Os adornos que tomam conta dos jardins, telhados e muros vão desde presépios até papais-noéis e renas de pelúcia gigantes. Anjos, bonecos, estátuas e (muitas!) luzes também enfeitam o bairro e atraem locais e turistas para a região.

A tradição, que começou com uma competição entre vizinhos na década de 1980, é perpetuada pelos moradores desde então e já virou uma marca registrada do país. Outros costumes do Natal americano incluem deixar um prato de cookies próximo à lareira para receber o Papai Noel e visitar as elaboradas vitrines da 5ª Avenida, em Nova York.

Não falta na ceia: 

serving-dishEsqueça as rabanadas e o panetone! Se você está pensando em fazer intercâmbio nos Estados Unidos, deve estar disposto a provar novas sobremesas durante o Natal. Apesar de os componentes da ceia variarem bastante de região para região, alguns doces típicos estão presentes na mesa da maioria das famílias americanas, como é o caso da torta de abóbora e das mince pies – tortinhas caseiras recheadas de frutas secas e especiarias, uma herança da colonização britânica no país. 

Natal na Alemanha

A Alemanha reúne todos os clichês que permeiam nosso imaginário em relação ao Natal: há neve, lareira, biscoitos de gengibre, artesanatos de lã… Por lá, o espírito natalino é bastante presente e, por isso mesmo, há muitas tradições e costumes envolvendo a data.

Se você está pensando em fazer um intercâmbio na Alemanha, saiba que uma das mais conhecidas é a confecção da Coroa do Advento, uma espécie de guirlanda com suporte para quatro velas – que são acesas, uma a uma, desde o primeiro até o último domingo do mês para simbolizar a luz trazida com o nascimento de Jesus.

Há, também, o chamado Calendário do Advento, composto por 24 janelinhas (uma para cada dia que antecede a festa) que guardam pequenas surpresas para as crianças. Dentre elas, doces típicos, enfeites para a Árvore de Natal e bilhetes com a letra de alguma canção natalina, por exemplo.

Por lá, a figura de São Nicolau, um velhinho que distribui guloseimas para as crianças no início do mês de dezembro, substitui a do Papai Noel. Tradicionalmente, ele anda acompanhado por ajudantes vestidos com capuzes pretos, que são responsáveis por “punir” as crianças que não se comportaram bem ao longo do ano.

Não falta na ceia:

serving-dishA carne assada que compõe a ceia alemã é o ganso e não o peru. Geralmente, ele é recheado com miúdos, maçãs, castanhas e farelo de pão e servido com repolho roxo e knödel (bolinhos feitos com pão e batata). Bolachas de gengibre e especiarias também fazem parte das receitas típicas. 

Natal no Canadá

As famílias canadenses não costumam festejar a véspera de Natal e deixam as comemorações para a manhã do dia seguinte, quando finalmente acontece a troca de presentes, entre outras tradições natalinas. Dentre elas, a de se arrumar de maneira especial para a troca de presentes.

Mas se engana quem pensa que os canadenses se vestem com glamour para esperar a chegada do Papai Noel. Por lá, o costume é justamente o oposto: utilizar blusões de pijama durante a manhã e o almoço de Natal.

giphy-2

Tratam-se dos ugly sweaters (“suéteres feios”, em tradução literal), que nada mais são do que casacos de lã estampados com diferentes figuras, como renas, ursos polares, pinheiros ou flocos de neve. Muitas famílias realizam, inclusive, competições para decidir de quem é o casaco mais feio. Por isso, se você está pensando em fazer um intercâmbio no Canadá ou se pretende passar esta época do ano por lá, não deixe de comprar o seu para entrar na brincadeira.

Além disso, shows de luzes e fogos de artifício também fazem parte das comemorações de Natal no país. Em Toronto, o evento acontece em frente ao City Hall (o prédio da prefeitura); em Ottawa, o centro da cidade é iluminado por milhares de luzes de led e, em Niagara Falls, um trecho de 8 quilômetros de extensão é iluminado de novembro a janeiro para celebrar a data.

Não falta na ceia:

serving-dishUma mistura de leite, açúcar, ovos e baunilha (que pode ou não conter álcool) é tradição da ceia canadense. Conhecida como eggnog, a bebida pode ser servida quente ou gelada e se parece com a gemada que conhecemos aqui no Brasil, mas só pode ser encontrada nas cafeterias e mercados do país durante a época de Natal.

Natal na Inglaterra

Independentemente do avanço da tecnologia e das facilidades proporcionadas pelas redes sociais, os britânicos mantêm viva a tradição de enviar cartões natalinos para seus entes queridos durante as festas de fim de ano.  E se você estiver por lá nesta época irá encontrá-los por toda a parte: nas livrarias, nas bancas de jornal, nas lojas de souvenir e, claro, nos mercados de Natal – outra antiga tradição do país.

Nestes mercados, que ocupam as ruas de grande parte das cidades inglesas, é possível encontrar presentes feitos à mão, além de comidas e bebidas típicas.

Apesar de as lojas fecharem mais cedo no dia 24, o país não tem o costume de comemorar a véspera de Natal.  Por isso, não há ceia, troca de presentes ou festas acontecendo nesta noite. No máximo, as crianças preparam um prato com biscoitos e pedaços de bolo e deixam próximo à lareira para aguardar a chegada do bom velhinho.

Já no dia 25, o Christmas Cracker é a principal tradição. Trata-se de uma espécie de embalagem brilhante em formato de “bombom gigante” que deve ser quebrada, ao mesmo tempo, por dois membros da família. Dentro dela estão escondidas pequenas prendas, como brinquedos, charadas ou coroas de papel – que acabam sendo usadas pela família durante a ceia.

Não falta na ceia: 

serving-dishNa Inglaterra é comum servir legumes, purê de batatas e molho gravy como acompanhamento para o peru. Mas a receita mais marcante do Natal britânico é o Christmas Pudding, uma espécie de bolo úmido recheado com frutas secas, especiarias e molho de conhaque.

Que tal começar a se programar para conhecer algumas destas tradições de perto no próximo Natal?
Fale com o STB e planeje um intercâmbio para 2019!

Continue Reading
Click to comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.