a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

A arte de arrumar as malas!

Vou confessar pra vocês que odiei o "antes" da viagem. Essa coisa de arrumar malas, fazer checklist, ter que pensar em tudo e não poder esquecer nada. Afinal, vou ficar vários meses morando fora e não consigo imaginar o que devo e não devo levar. Contei muito com a ajuda da internet nesta etapa. Procurei mil posts sobre arrumar malas, pedi dicas no Twitter, muita gente me mandou email contando sobre sua experiência e vários amigos, que já moraram fora, deram uma ideia do que eu precisava levar..

Uma coisa é certa: mala de mulher é bem diferente de mala de homem. A gente tem aquela coisa toda com cremes, shampoo, maquiagem, roupa para dia, roupa para noite, casacos, blusinhas, calças, saias... Como escolher exatamente as roupas que vamos usar por meses em um país onde o clima é totalmente diferente do nosso?

A resposta é: não vamos. A gente não tem como saber ao certo como é lá, então temos que usar o bom senso e praticar o desapego. 

Quando viajamos para a Inglaterra, temos direito a levar 2 malas de 32kg cada, e uma mala de mão, de no máximo 5kg e com tamanho suficiente para caber em baixo do banco ou no guarda volumes em cima da nossa poltrona. Quando for viajar, cheque com a companhia aérea o tamanho da bagagem permitido, pois para alguns países só é permitido viajar com mala de 23kg. Eu resolvi levar apenas uma mala de 32kg e uma de mão. Assim levo menos coisa e, se for o caso, compro outra mala grande enquanto estiver lá.

Dicas para escolher a mala certa:

  • Opte sempre por malas de rodinha. Isso facilita a locomoção e não cansa tanto se precisarmos andar muito com elas do aeroporto até onde vamos morar.
  • Não economize na hora de comprar a mala. Quando a despachamos, não temos mais controle sobre ela e mesmo se pedirmos para colocar o adesivo "frágil", os caras não estão nem aí pra ela. Vão pegar sem o menor cuidado e jogar para todos os lados, e se a sua mala não for resistente, ela pode rasgar, amassar, abrir, quebrar... Daí o prejuízo e o stress vão acabar custando mais caro.
  • Compre uma mala com aquele ziper que aumenta o espaço interno. Vá com o ziper fechado e na hora de voltar você pode abri-lo e ter um espacinho a mais para o que você comprou na viagem.
  • As malas que vem com o cadeado que tem certificação TSA (Transportation Security Adminstration), apesar de serem um pouquinho mais caras, valem muito a pena. Se alguma autoridade precisar abrir sua mala na alfândega ou coisa assim, eles não vão precisar quebrar seu cadeado ou danificar a mala, pois possuem uma chave mestra que abre todos os cadeados desse tipo.

Como organizar as roupas dentro da mala?

  • A melhor dica que eu posso dar pra vocês é: SACOS A VÁCUO! Se não fossem eles, minha mala não teria sido suficiente. Fiz um vídeo para mostrar como eles funcionam, vale muito a pena comprar e depois da viagem você pode usá-los para guardar roupa de cama e coisas que ocupam muito espaço no seu armário. São super úteis, olha só: 
  • Coloque as meias dentro dos calçados. Assim eles ficam mais "durinhos" e não amassam junto com alguma outra coisa que tiver dentro da mala. Fora que ocupa menos espaço, né?
  • O que sobrou de meia e roupas íntimas, fui colocando nos buracos para preencher o que faltava na mala.
  • Necessaires, estojinhos e bolsinhas são bem úteis também. Fica mais fácil de organizar as coisas para quando chegar em seu destino, assim você encontra tudo em seu devido lugar. Fiz uma bolsinha de remédios, outra de esmaltes, outra de maquiagem... Uma bolsinha para cada tipo de objeto.
  • Itens de banho, vale levar apenas o necessário. 1 sabonete, 1 shampoo, 1 creme... Quando chegar no seu destino, o clima vai ser bem diferente e os produtos de beleza que você usa serão diferentes dos daqui. Então nem adianta trazer estoque de creme, estoque do seu shampoo preferido... Porque ele não serve pro clima daqui, e só vai fazer peso na mala.

O que colocar na mala de mão?

Uma pastinha com TODOS os documentos necessários para a sua viagem. Na hora da imigração eles vão pedir tudo e mais um pouco, então é bom estar preparado. (farei um post detalhando melhor como foi a minha experiência na imigração.)

  • Uma troca de roupa caso a sua mala seja extraviada. Espero que não, mas nunca se sabe, né?
  • Um saquinho plástico, tipo ziplock, com pasta de dente e um pouquinho de shampoo. Na mala de mão não podemos ter nada que exceda 100ml de líquido então o shampoo deve ir num potinho menor. Nesse saquinho vai tudo que é liquido, tipo creme, shampoo, remédios etc.
  • Todos os seus objetos de valor tipo: notebook, câmera, celular, iPad... Leve tudo isso na bagagem de mão e fique MUITO de olho nela, para não correr nenhum risco.

Importante lembrar

  • Pensei em fazer uma listinha básica de coisas que precisamos levar, mas quando você viaja com o STB eles te dão um checklist perfeito que ajuda a não esquecer nada e te lembra de coisas que você nem pensaria em levar. Uma dica boa é, além de ter o checklist do STB, ter o seu próprio checklist com objetos pessoais que você sabe que quer levar. Sempre que lembrar de algo que quer colocar na mala: ANOTE. Isso facilita muito a arrumação e tira um pouco aquela sensação ruim de que estamos esquecendo alguma coisa.
  • Faça uma cartinha de identificação para colocar dentro das 2 malas. Escreva seu nome, endereço no país que vai ficar, telefone, twitter, facebook, enfim.... Todas as formas de contato. Caso você perca sua mala, alguma boa alma pode achar, abrir e entrar em contato para devolver. Então faça a cartinha pensando no que você gostaria de saber se encontrasse a mala de alguém. Na minha eu coloquei foto, email, link para redes sociais, meu endereço aqui em Londres e o telefone do meu pai, caso não conseguissem me encontrar. Já que o telefone dele é do Brasil, fizemos um manual sobre como fazer uma ligação internacional.
  • Faça cópias de todos os seus documentos e guarde um em cada mala, por precaução. Ande com os originais na mala de mão.
  • Carteirinha de estudante internacional vale como documento aqui em Londres. Para não ficar andando com o passaporte original, fiz a carteirinha antes de sair do Brasil, e aqui também ando com uma cópia do meu passaporte. Vale a pena trazer o RG e deixar guardado, pois se você perder seu passaporte original, é através dele que você prova que é brasileiro e consegue tirar uma segunda via do documento.
  • Ufa! É muita informação, né? Espero ter ajudado vocês. Quem tiver dúvidas sobre a arrumação da mala, pode perguntar aqui nos comentários do post que, agora que sou EXPERT, posso dar uma boa ajuda! :D
Rebiscoito

Rebiscoito

Paulista, Rebiscoito decidiu embarcar neste intercâmbio para Londres e conta aqui no blog todas as suas experiências e pensamentos diretamente da terra da Rainha. Aqui vocês descobrem como é morar e viver cercada do inglês britânico, em uma cidade onde tudo acontece. Ela divide perrengues, alegrias, descobertas e tudo de novo que encontra por lá.

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: