a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

viena1-3.jpg

Clássica ‘Viena’ | Contiki Tour pelo Leste Europeu

Mais um dia de viagem, mais uma cidade em um país diferente. Saímos de Praga, na República Tcheca, para mais uma importante cidade do Leste Europeu, dessa vez na Áustria.

A escolhida como parte do Contiki Tour de "Berlim à Budapeste" foi Viena, capital da Áustria e considerada a melhor cidade do mundo para se viver, desde 2010.

Viena é considerada a Cidade dos Músicos, já que é impossível negar a imensa contribuição artística da cidade, sendo o centro da música erudita. Isso porque, a belíssima Viena foi a cidade natal de diversos compositores e músicos, como Strauss e Franz Schubert. Além deles, outros muitos dos maiores nomes da música clássica escolheram Viena como sua casa, como Mozart, Beethoven e Liszt.

Ao pensar em música clássica, diversas imagens de realeza, palácios, ouro e sofisticação vêm à cabeça. E essa é a melhor forma de descrever essa bela cidade.

Como chegamos em Viena já no final da tarde, fizemos o check-in no Hotel Bellevue Wien, cada um foi para seu quarto se preparar e em pouco tempo nos encontramos no lobby do hotel para um jantar tipicamente austríaco que estava incluso no nosso pacote do Contiki.

O jantar foi no restaurante Leupold, uma delícia, com entrada, prato principal e sobremesa. Como disse no primeiro post sobre Praga, dia de viagem é mais cansativo, já que passamos muito tempo no ônibus. Então fomos apenas em um bar tomar um drink e logo voltamos para o hotel.

Acordamos de manhã cedinho e, junto com a nossa guia Contiki, fomos para um walking tour pela cidade. O centrinho de Viena é bem bonito, clássico e tem diversos pontos para visitar. Demos uma olhada em tudo rapidinho para no final do tour podermos escolher onde queríamos explorar com mais atenção.

São vários museus, parques e atrações, um pertinho do outro, o que facilitou demais, pois tínhamos apenas mais aquele dia na cidade.

O tour a pé terminou na loja da Swarovski (yay!), onde a mulherada - eu, inclusive - fez a festa! Como os famosos cristais são austríacos, essa parada para fazer umas comprinhas nada mais era do que algo cultural.

O único lugar do mundo em que você pode comprar cristais Swarovski e não se sentir culpada depois, hahaha.

Com o final do tour, fomos liberados para fazer o que queríamos pela cidade. Depois de ouvir tantos elogios sobre o delicioso e legendário bolo de chocolate do Hotel Sacher Wien, o Original Sacher-Torte, não foi a toa que decidimos que nossa primeira parada seria essa doceria chique.

OMG, que delícia!

Indico provarem o cafézinho expresso de lá também, que é um divino acompanhamento para o bolo de chocolate.

Aproveitando o total requinte que estávamos sentindo, junto com uma parte do grupo, fomos admirar as jóias da coroa. Conhecido lá como "Schatzkammer Treasury" (que eu mal consigo pronunciar!), para ver as incríveis jóias da coroa austríaca é necessário pagar entrada no Palácio Hofburg.

Eu adorei ver todo aquele brilho, ouro e pedras preciosas e, de repente, meus Swarovski não eram mais tão bacana assim.

Sentindo-me em um conto de fadas, mais uma parada completamente diferente do que havia feito em qualquer outra cidade: consegui convencer os meninos a visitarem a Casa das Borboletas comigo. 'Schmetterlingshaus' é um jardim coberto construído no exterior do Palácio Imperial.

O lugar é de tirar o fôlego, considerado uma das mais belas estruturas art nouveau do mundo, é a casa de centenas de borboletas que passeiam livremente pela construção.

Existem centenas de belíssimos jardins para conhecer em Viena, mas um que eu super indico para tirar uma excelente fotografia é o Burggarten. Lá fica a famosa estátua do compositor e músico Wolfgang Amadeus Mozart.

Quando visitei haviam diversas cadeiras em volta e foi ótimo sentar, admirar a paisagem por lá e ver os turistas que apareciam a cada minuto para tirar uma foto imitando a pose de Mozart.

A última parada antes de se reunir com o resto do grupo que andava por Viena foi um museu. Escolhemos o Albertina pela sua grande coleção de obras e artistas famosos. Mas o museu em si é outro espetáculo à parte. Como não tínhamos muito tempo, tentamos ver o máximo possível por lá.

Além das obras, existe uma área do museu que permanece intacta do tempo que ele era usado como um dos palácios austríacos e, você pode ver a beleza e grandiosidade dos quartos e salões de quando os Habsburgs habitavam o lugar.

Saimos correndo do museu para podermos nos encontrar com o grupo do Contiki a tempo da visita (e "happy-hour") ao Schnaps Museum. A visita ao museu e fábrica onde a bebida austríaca Schnaps foi criada foi incrível e o divertidíssimo guia turístico não é nada mais, nada menos, que um dos herdeiros e tataranetos do criador da bebida. Todo o interior do lugar, do escritório às máquinas, são originais de 1870 a 1920 e ainda são usadas na produção da bebida.

No final, é possível experimentar os diferentes sabores e comprar uma garrafa por um preço mais camarada. Eu comprei uma que vinha com pedacinhos de ouro dentro, acredita!?!

Dia intenso, mas ainda não terminou! Chegando no hotel, sobrou tempo somente de tomar um banho e se preparar para o chiquérrimo jantar que teríamos pela frente. Essa cidade glamurosa pede algo ao seu nível e a Contiki havia preparado uma atração inesquecível.

Apesar de ter sido a mais cara de todas, valeu muito a pena: um jantar no palácio de inverno de Viena, o Schönbrunn Palace, acompanhado por um concerto de música clássica em um dos salões do palácio.

Esse dia foi um verdadeiro conto de fadas e essa foi a maneira mais incrível de finalizar o dia. Sentada no palácio, ouvindo aquelas lindas composições, sorri, agradecida por poder vivenciar e ver com meus próprios olhos cada uma dessas experiências.

Veja o começo do Contiki, tour que começou por Berlim, aqui! e aqui!, os posts sobre Praga, aqui! e aqui! E continue lendo o blog para mais posts sobre a viagem.

Se você se interessou por essa incrível experiência, esse foi o tour do Contiki que eu fiz pelo STB, "De Berlim à Budapeste".

Bruna Calheiros

Bruna Calheiros

Paulista e blogueira, Baunilha é publicitária e apaixonada por games, seriados, HQ, cinema, design e arte. Com projetos promissores e vontade de aproveitar tudo o que o mundo tem para oferecer, ela está estudando em NY e você pode conferir os textos repletos de dicas e detalhes sobre a cultura norte-americana que a @baunilha prepara especialmente para vocês!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: