churras.jpg

Churrasco Americano

Se vocês estão pensando que vou contar sobre como o churrasco americano (o famoso barbecue) é feito nesse post, estão muito enganados! Na verdade, vou contar sobre meu primeiro programa americano com amigos daqui, que envolve churrasco, é claro.

Eu tenho folga em quase todos os finais de semana, mas acontece que ainda não conheço a cidade, não sei dirigir sozinha e o principal: até então, eu não tinha amigos aqui! Que triste!

Porém, no sábado depois do almoço com minha host family, a atual Au Pair da minha casa perguntou se eu tinha planos para o fim de semana e eu disse que não, morrendo de medo de ter que ficar sozinha em casa procurando gente no Skype para conversar comigo. Aí ela me convidou para fazer alguma coisa com ela e com as meninas Au Pairs que moram aqui na região. Eu topei, é claro. Estava um dia lindo! O primeiro sol desde que cheguei nos Estados Unidos e em pleno sábado!

Inicialmente, ela e as meninas haviam planejado ir ao Starbucks, algo bem light desse tipo. Aí uma delas teve a brilhante ideia de fazer um churrasco, pois é raríssimo toda a "turma" poder se encontrar no mesmo dia e com o sol bonitão lá fora.

Fomos buscar nossa amiga francesa na casa dela (uma figura!) e depois passamos no supermercado para comprar carne e tranqueiras. Os Estados Unidos são especialistas em vender tranqueira para comer, nunca vi igual. Foi no supermercado que encontramos mais 2 meninas: uma alemã e outra da África do Sul (a atual Au Pair da minha casa, que me convidou, também é da África do Sul).

Saindo do supermercado, dirigimos mais uns 40 minutos até uma cidade chamada New Town. Muito linda. Aliás, tudo é lindo e muito arborizado aqui. Em New Town há várias áreas públicas e parques para piquenique, atividades ao ar livre e... barbecue!!! Vejam:

É assim mesmo. Tudo limpinho, tudo organizado, tudo cheio de mesinhas, playgrounds e churrasqueiras que qualquer um pode chegar e "montar seu acampamento", quase literalmente. E lá fomos nós! Chegamos com as nossas tranqueiras e encontramos o resto das meninas, entre elas duas brasileiras que eu conheci pelo Facebook, mas foi a primeira vez que as vi pessoalmente :)

Foi uma farra só. Todas Au Pairs e todas com hábitos, histórias, culturas e sotaques diferentes. Todas falando inglês (ou tentando, pelo menos). Duas francesas, três brasileiras, duas sul-africanas, uma colombiana e uma alemã. De vez em quando, ouvia-se umas frases em português, francês ou africano, pois às vezes queríamos explicar alguma coisa e o inglês simplesmente não saía. Muito engraçado! Rolou até uma cantoria de "Hakuna Matata" (a música do Timão e do Pumba em O Rei Leão) e "Parabéns Pra Você" em várias línguas! Check it out:

Pra mim, foi super importante sair um pouco de casa, fazer amizades, conhecer um lugar diferente e começar a me acostumar com as estradas daqui, pois de todas as Au Pairs da minha região, eu sou a que mora mais longe :( Sempre que quiser visitar as meninas, terei que viajar uns 30 minutos, pelo menos.

Para o título desse post fazer algum sentido, está aí uma foto da churrasqueira e da minha pessoa demonstrando toda a sua [falta de] habilidade nessa arte! Nada de hamburguer e nada de salsicha. Nada americano, na verdade. Tava uma delícia!

 

Beatriz Morgado

Beatriz Morgado

Sempre em busca de uma experiência inesquecível, Beatriz, estudante de publicidade e propaganda, resolveu embarcar para os Estados Unidos para ser Au Pair! Acompanhe como ela encara uma rotina cuidando das crianças no estado da Pensilvânia e ainda arruma tempo para estudar francês!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: