a-melhor-experiencia-de-viagem-970x300_semtxt.jpg

Planejar uma viagem é simples, o extraordinário é construir experiências!

China Town: o pedacinho oriental de Londres

Como boa cidade cosmopolita que é, Londres também tem o cantinho dos chineses e japoneses que seria como o bairro da Liberdade, que a gente tem em São Paulo. A cara da China Town, o bairro oriental aqui da cidade, ficou bem mais colorida e viva em janeiro, já que eles comemoraram o ano novo chinês dando boas vindas ao dragão. Antes mesmo do ano novo, eu passei por uma exposição linda de esculturas de dragão perto da estação Bond Street, que não fica em China Town, mas mostra o quanto eles dão valor a outras culturas.

China Town fica perto da estação Leicester Square do metrô, e coladinha no bairro gay de Londres, que se chama Soho. Como eu vou bastante pra lá, pois é onde tem vários pubs e baladas legais, sempre acabo passando por China Town e vendo a infinidade de lojinhas e restaurantes chineses e japoneses. Se você quer encontrar comida chinesa ou japonesa, ou até mesmo aquelas bebidas diferentes e comidinhas gostosas que a gente encontra nas lojas orientais no Brasil, China Town é o lugar certo. Uma vez fui comer num restaurante chinês lá e o esquema era: £7 por pessoa, e você podia colocar quanta comida quisesse no prato, mas apenas uma vez. Então era tipo um restaurante por kilo, mas sem kilo, ou seja... A galera mandava ver nos pratos de pedreiro! hahaha

Lá tem desde os restaurantes mais baratos, tipo esse que eu fui (mas achei a comida muito cheia de óleo), até os mais caros e chiques. Eles adoram carne de pato, como se pode ver em várias vitrines dos restaurantes de lá. Penduram os patos na frente e eu não sei como o povo tem vontade de comer, pois eu acho mega nojento... Mas né, cultura é algo que não dá pra se discutir, a gente tem que aceitar e respeitar. Essa foi uma das grandes lições que aprendi desde que cheguei aqui.

 

Andar em China Town é receber um milhão de estímulos visuais ao mesmo tempo. Aliás, é essa a impressão que tenho quando vejo vídeos da China ou do Japão. É tudo uma bagunça de cores, luzes, formas, imagens... E embaralha a cabeça porque a gente vê tudo escrito na língua deles e não entende nada. Acho que o bairro faz a gente se sentir do outro lado do mundo! Tem as vitrines com bolos todos enfeitados, lojas de frutas, bancadas de jornais todos escritos em japonês, chines e coreano... Acho que indo pra lá eles se sentem bem em casa. Não é a toa que quando estava estudando na Kings Colleges, toda segunda feira os professores pediam pra gente contar o que fez no final de semana e os alunos orientais sempre falavam que tinham ido pra China Town... Suuuper original! hahaha... E ah! E em uma das lojinhas cheias de gostosuras deles, acabei achando Yakult pra vender. Que delícia, que saudades!!! Gostinho de nostalgia! :D

 

Espero que tenham gostado do post e das fotos. Que tal me seguir no Twitter para acompanhar minha viagem em tempo real?! @rebiscoito

Rebiscoito

Rebiscoito

Paulista, Rebiscoito decidiu embarcar neste intercâmbio para Londres e conta aqui no blog todas as suas experiências e pensamentos diretamente da terra da Rainha. Aqui vocês descobrem como é morar e viver cercada do inglês britânico, em uma cidade onde tudo acontece. Ela divide perrengues, alegrias, descobertas e tudo de novo que encontra por lá.

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: