As principais dúvidas sobre o programa Au Pair (Parte 2)

Mais um post de uma série de perguntas e respostas para ajudar as meninas que estão começando o processo para serem Au Pairs aqui nos Estados Unidos!

Esse post é a continuação desse aqui. Se suas dúvidas ainda não foram respondidas, comente aqui no blog que eu farei o possível para ajudar! :)

Vamos lá:

Quanto tempo demora para eu poder entrar em contato com as famílias americanas?

Bom, essa é a pergunta que mais tenho recebido das meninas que já entregaram o application e estão ansiosas para começarem a conversar com as famílias. A verdade é: não existe uma resposta definitiva para essa pergunta, tudo depende! Depende do quê? De SORTE, do que as famílias estão procurando e, principalmente, da qualidade do seu application. Quanto mais horas de experiência com crianças você tiver, melhor. Quanto melhor for seu inglês, mais fácil será de encontrar uma família que te aceite e mais fácil será de se comunicar com clareza e fechar um match. Quanto melhor for seu vídeo, mais as famílias vão querer falar com você. Assim como suas fotos.

A média de espera é de 2 meses para as primeiras famílias começarem a aparecer, mas há muitas exceções e centenas de casos diferentes. Já vi meninas esperando mais de 5 meses, enquanto euzinha da silva esperei apenas 1 semana para aparecerem 4 famílias de uma vez. É muito difícil responder a essa pergunta, queria ter uma ideia mais concreta do motivo de isso acontecer, pois sei muito bem que o desespero uma hora chega. Força na peruca, mulherada. Não desistam :) Lembrem-se que paciência é pré-requisito pra fazer parte do programa!

Como preencher o formulário médico exigido pela Au Pair Care?

Marque uma consulta com um clínico geral e leve toda a papelada. Não esqueça sua carteirinha de vacinas! Explique para o médico tudo sobre o programa, quanto tempo ficará fora do país e que precisa estar com a saúde 100% para embarcar! Alguns médicos só fazem perguntas, outros pedem exames.

Hora ou outra você terá que fazer, PELO MENOS, um exame de sangue para verificar se está tudo ok! Se puder fazer antes de consultar o clínico geral (com a indicação de outro médico de sua confiança - no meu caso, todos os meus exames foram requeridos pela minha ginecologista, que é a mesma há anos e me conhece bem!), melhor! Aí você já leva os resultados e ele já preenche os formulários na hora.

É MUITO importante que o médico preencha o formulário, não você! Deve ser assinado e/ou carimbado também. Acredito que todos os médicos saibam ler e escrever em inglês, então não terão problemas no preenchimento.

Devo levar meus objetos eletrônicos (laptop, celular, câmera etc) para os EUA ou vale a pena comprar aí?

Essa é uma pergunta super pessoal, pois cada um sabe das suas próprias necessidades! Baseada na minha própria experiência, vou expressar minha opinião:

Eu dei meu notebook para minha mãe e comprei um Macbook pra mim assim que cheguei nos EUA, pois era algo que eu queria há muito tempo e que não vale a pena comprar no Brasil. Além disso, uso muito o computador para escrever meus textos, editar minhas fotos e tudo mais. Essa era prioridade, então já deixei um dinheiro guardado pra gastar com isso.

Algumas host families emprestam um notebook para a Au Pair por algum tempo, até que ela junte uma graninha para comprar seu próprio. Eu não aceitaria essa situação, pois não gosto de mexer em coisa que não é minha, ainda mais computador que é coisa que você usa todo dia. Mas se for um caso à parte, pelo menos você terá acesso à internet sem problemas e conseguirá falar com sua família no Brasil! Coloque suas prioridades na balança, se você não pretende gastar dinheiro com isso aqui nos EUA, traga o seu do Brasil. Se pretende comprar um novo, verifique se você poderá usar o da host family enquanto economiza uma graninha, assim não precisa trazer seu computador "velho" e depois largar aqui sem uso... :)

Celular... não traga! 99,9% das famílias dão um celular para a Au Pair. Ok, na maioria dos casos são celulares super simples, mas nessa mesma maioria dos casos, eles pelo menos têm ligações e mensagens de texto ilimitadas para qualquer lugar dos EUA.

Eu não sei como consegui viver sem internet 3G por tanto tempo, sendo que estava super acostumada a usar isso no Brasil! Depois de 5 meses aqui nos EUA, acabei comprando meu próprio celular e agora pago minha própria conta, pois quis comprar um plano que eu também pudesse ligar para o Brasil e mandar mensagem para outros países também. Isso foi uma escolha minha, quase ninguém faz, mas é barato (em comparação com o Brasil). Pago 60 dólares por mês e tenho tudo isso + internet. Sério, não se preocupe com celular.

Câmera: depende de você. Se você tem uma câmera ótima no Brasil, traga! Mas se quer comprar uma melhorzinha, essas coisas não custam caro aqui. Eu comprei a minha no primeiro dia que pisei nos EUA e no Black Friday comprei outra semi-profissional e estou muito feliz com isso! Vale super a pena :)

A Au Pair Beatriz morgado e sua câmera novaFeliz com minha câmera nova :)

 

Continuem mandando suas perguntas!

Logo mais tem post novo no ar!

Beijo!

 

Beatriz Morgado

Beatriz Morgado

Sempre em busca de uma experiência inesquecível, Beatriz, estudante de publicidade e propaganda, resolveu embarcar para os Estados Unidos para ser Au Pair! Acompanhe como ela encara uma rotina cuidando das crianças no estado da Pensilvânia e ainda arruma tempo para estudar francês!

Deixe uma resposta

BUSCAR RESULTADOS PARA: